Como Vender pelo Whatsapp

Se você resolveu vender pelo whatsapp, é preciso saber sobre o Whatsapp Business.

Existem muitos recursos nele que vão te ajudar e muito para conversar com seus clientes.

Com certeza é muito melhor gastar menos tempo possível com cada venda. Não quer dizer que é para ser grosso e não responder.

Mas, se usar bem as ferramentas, você será muito mais efetivo, gastando muito menos tempo.

1 – Baixe o App Whatsapp Business

A primeira coisa a fazer é baixar o app. Com ele é muito mais fácil gerenciar as conversas com seus clientes.

2 – Peça Autorização para Adicionar

Nunca adicione alguém sem perguntar se ele quer ser adicionado. Não há coisa mais chata do que ter uma conversa aberta sem autorização.

3 – Crie Mensagens Automáticas

Crie mensagens automáticas de bem vindo ou com alguma informação que seja importante para o cliente que acaba de chegar no Whatsapp. Isso mostra que você se importa com o ele, deixando algo até que você efetivamente o responda.

4 – Organize seus Clientes com Etiquetas

Você pode determinar alguns estágios que os clientes estão. Crie etiquetas com cores diferentes e marque cada conversa como “Lead”, “Provável”, “Quase fechado”, etc. Assim fica fácil saber o estágio da venda de cada um.

5 – Escute o que o Cliente Quer

Tenha muito claro na sua cabeça que você vai vender o que é o melhor para o seu cliente, e não o contrário. Empurrar coisas para as pessoas pode gerar muito problema, sendo devoluções, reclamações, etc.

6 – Seja Objetivo

Responda às perguntas de seu cliente de forma mais objetiva possível. Isso mostra firmeza e que seu produto é a melhor solução para o problema que ele tem.

7 – Lembre-se que Você Vende a Transformação

Não adianta ficar falando sobre milhões de características que seu produto tem, o cliente só quer saber se é possível resolver a dor dele.

A Melhor Forma de Vender na Internet

Além de um post, isto é um manifesto contra a chatice na internet!

É verdade, eu não aguento mais vendedor incoveniente.

Sabe aquele povo que fica só te enviando links de afiliados? Que o tempo todo fica tentando te empurrar alguma coisa? Ou aqueles que até imploram para ajudar e comprar com ele?

Isso mesmo, abaixo à chatice na internet!

Uma das piores coisas é quando você tenta se esquivar de algum vendedor chato.

E parece que muita gente acha que isso vende.

N-Ã-O! Chatice não vende!

A única coisa que você vai conseguir com isso é a antipatia do cliente pelo seu produto.

Não caia nessa!

Você é maior que isso.

O entretenimento é a grande sacada.

Não é muito melhor ler posts legais, informativos, engraçacos, até emotivos?

Então se dedique à isso e veja seus números explodirem!

Aposto que você deu, pelo menos, uma breve risadinha vendo essas imagens que eu coloquei aí no post. Não foi?

Quem não gosta de ver coisas divertidas?

1 – Ninguém Gosta de Chatice

Eu duvido que você conheça alguém que goste de vendedor chato. Aquele que vem pra cima de você assim que acabou de entrar na loja. Então, por que na internet vai ser diferente? Preocupe-se em ser agradável e prestativo. Não fique martelando seu produto na cabeça dos outros. isso não vende.

2 – Um Produto Deve Ser Útil

Todo mundo compra por impulso e depois tenta achar algo racional para tentar se convencer que foi uma boa coisa. Se o seu produto for útil, as pessoas vão comprar muito mais fácil. Seja bem claro e direto. Venda a transformação que ele proporciona.

3 – Infontenimento é a Chave

Infotenimento é juntar informação + entretenimento. Não faça posts somente com as informações sobre seu produto. Ninguém gosta disso. Tente levar informação às pessoas de forma leve, com bom humor. Um sorriso que você conseguir com seu conteúdo já valeu a pena!

Dicas para Vender mais: 7 razões porque você precisa de um site para seu negócio

Uma dor recorrente para quem precisa começar um novo negócio, ou enfrentar uma crise como agora, é como atrair os clientes.

Quando uma pessoa se depara com este problema, é comum deixar de lado a ideia de colocar o negócio na internet. Muitas vezes por parecer ser muito caro. Ou então, começa a postar aleatoriamente em redes sociais e não consegue resultado algum.

Se eu pudesse te dar uma dica apenas para começar a fazer negócios pela internet, seria para criar um site.

E porque começar com um site?

Listei para você, 7 Razões porque você precisa de um site para começar a gerar vendas pela internet.

1 – O Seu negócio aberto 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Seu negócio precisa ficar disponível para o cliente comprar o tempo todo. E você precisa ter um site para vender quando o cliente quiser comprar.

Ou você vai querer perder uma venda, só porque são 4h da manhã?

2 – Para ser encontrado no Google

Um post em rede social fica relevante e atinge pessoas por algumas horas, no máximo. Um site bem rankeado no Google tende a continuar recebendo tráfego por muito tempo. Até mesmo por anos!

3 – Direcionar os leads para comprar

Ao fazer uma campanha de impulsionamento na internet, você precisa direcionar os “interessados” para fazer uma ação. Esta ação pode ser de compra, fazer um download, ou mesmo preencher um formulário, por exemplo. Com os dados coletados (com consenso dela), você pode manter contato com essa pessoa e ter a chance de oferecer produtos à ela.

4 – Ter todas as informações do seu negócio

Você pode reunir em um só lugar, todos os motivos para que uma pessoa possa comprar seu produto ou serviço. O cliente ficou interessado? Ele vai ao site saber mais detalhes sobre seu negócio, assim como depoimentos de clientes, trabalhos já realizados ou produtos relacionados.

5 – É encontrado por quem está pesquisando a respeito da sua solução

As pessoas passam muito tempo em redes sociais, mas muitos não querem saber sobre comprar um produto ou contratar um serviço. Quando alguém tem uma dor, ou um problema, é comum ir ao Google pesquisar sobre a solução. E é aí que ela pode achar seu site.

6 – Baixo investimento

Apesar do que muita gente acha, fazer um site é muito mais barato que manter posts em redes sociais. O valor que uma empresa geralmente cobra por um site, equivale, muitas vezes, a uma semana de produção de conteúdo para o Instagram, por exemplo. Isso sem falar do investimento para produção e edição de vídeos para o Youtube.

7 – Você não depende de nenhuma empresa para que o site fique no ar por anos.

As redes sociais são empresas. Como tal, elas podem fechar as portas a qualquer momento. Caso você se dedique a produzir conteúdo somente para elas, pode fazer você perder tudo o que fez, ao longo dos anos.

Frases para Atrair Clientes no Instagram

Se você vive se perguntando como fazer para atrair clientes pelo Instagram, quero te ajudar com esse post!

Preste atenção nessa dica!

Você não acha isso GRÁTIS, todos os dias.

Não sei se já sabe disso, mas quero dividir essa informação valiosa com você…

Eu sei bem como é não entender porque as pessoas não ligam para os posts no Instagram.

E para tentar resolver, sigo testando vários exemplos de textos, imagens e tipos de post ao longo do tempo.

Para começar, é bom aprender a fazer posts profissionais. Calma, você também pode fazer. Dá uma olhada aqui em um curso que indico sobre o Canva. Já falei dessa ferramenta. É online, grátis e tipo arrasta e solta.

O principal é o post em si, mas o texto é muito importante. Quando bem escrito e formulado você consegue bons resultados. Na maioria das vezes, pelo menos.

Não sei se você percebeu, mas grandes contas no Instagram usam frases bem parecidas para chamar a atenção dos leitores.

Inclusive, estou usando várias delas aqui neste texto.

Quando você tiver uma ideia de post para fazer, inclua estas frases e chame a atenção da pessoa. Se você tiver sucesso, ela vai ler com mais atenção e a chance dela curtir, comentar, ou salvar o post, aumenta muito.

Não é fórmula mágica, mas essa pequena dica vai te ajudar a atrair clientes para o seu negócio, através de posts bem feitos no Instagram.

👉 Lembre-se que o conteúdo do post, assim como a imagem, são os fatores mais importantes. Mas um bom texto ajuda, e muito!

10 Frases para Atrair Clientes no Instagram:

  1. Eu sei bem como é, já passei por isso e consegui superar fazendo…
  2. Se você vive se perguntando…
  3. Eu sei exatamente o que você precisa…
  4. Esse é o maior erro que você pode cometer…
  5. Eu tenho um plano para resolver o problema…
  6. Eu não sei se você percebeu, mas…
  7. Já ajudei vários clientes a conseguir resultados incríveis, com essa simples atitude!
  8. Pode confiar! Compre agora o (produto) e fique tranquilo. Se você não gostar, eu devolvo o seu dinheiro. Mas, sinceramente duvido que você vai querer devolver.
  9. Preste atenção que essa dica pode te ajudar muito…
  10. Não sei se já sabe disso, mas quero dividir essa informação valiosa com você…

O que é trabalho remoto: quais as vantagens e dificuldades desse novo estilo de vida?

O trabalho remoto é a tendência do mundo pós pandemia. Quais são as vantagens e dificuldades de se trabalhar de qualquer lugar? Como as empresas lidam com isso? Home Office é mais produtivo? Qual o modelo de negócio ideal?

Diante da pandemia, muitos foram forçados a trabalhar de casa. A necessidade de distanciamento social popularizou o Home Office no mundo.

Entretanto, pouco se fala das vantagens e desvantagens dessa modalidade de trabalho.

Vou analisar alguns pontos aqui, que farão você repensar, e talvez até considerar adotar tal estilo de vida.

O que é trabalho remoto?

Trabalho remoto é a forma de exercer uma função profissional fora do ambiente corporativo. Em outras palavras, é trabalhar de qualquer lugar.

Quando digo qualquer lugar, me refiro à diversos ambientes diferentes para se trabalhar — um escritório compartilhado, praça de alimentação de shoppings, cafés, restaurantes, ao ar livre em praças e parques. Até mesmo em aeroportos, aviões, ônibus.

Este tipo de forma de se trabalhar, é ao mesmo tempo um sonho para muitos mas algo distante de outros.

O Cenário do trabalho remoto no Brasil até 2019

Segundo o IBGE, em pesquisa feita em 2018, mesmo antes da pandemia no Brasil havia cerca de 3,8 milhões de pessoas adeptas ao trabalho remoto. Muitas delas trabalhando de casa ou em escritórios de coworking.

O Coworking é quando escritórios são montados à fim de colocar em um mesmo local de trabalho, profissionais de diversas empresas, muitas vezes áreas completamente diferentes. É uma excelente experiência, trabalhar em contato com pessoas que não teriam nenhum tipo de ligação se não fosse esse modelo.

O trabalho remoto é bastante popular entre profissionais liberais, freelancers, ou mesmo pequenos empreendedores e autônomos.

Muitos donos de e-commerces, lojas virtuais ou prestadores de serviços digitais também trabalham desta forma, geralmente.

O modelo de negócio das startups também vêm popularizando este estilo no mundo inteiro.

A internet permite este tipo de trabalho, cada vez mais presente na vida cotidiana.

Vantagens do Trabalho Remoto

Autonomia

Se você se decidiu por trabalhar remotamente, você está apto a decidir como, onde e quando irá trabalhar. Mesmo quando as grandes empresas proporcionam tal opção aos seus funcionários, é muito difícil para elas determinar a hora que a pessoa vai ou não trabalhar. Neste caso é você que vai saber a melhor hora para realizar suas tarefas.

Redução de Custos

Como a pessoa basicamente vai escolher de onde vai trabalhar, ela pode reduzir drasticamente os seus gastos no dia a dia. Seja com o lanche na padaria, almoço em restaurantes, deslocamento — via transporte público ou particular — pode-se gastar muito menos trabalhando de casa ou locais bem próximos.

Qualidade de Vida

É inegável que há grandes problemas em vários ambientes de trabalho. A convivência diária com chefes agressivos, grosseiros ou mesmo antipáticos é bem desgastante para qualquer um. Há também aqueles vários colegas de trabalho que só querem fofocar, falar mal dos outros, o dia inteiro. Além de gerar um mal estar entre os funcionários, ninguém aguenta uma pessoa chata.

Em pesquisa feita pela Owl Labs em 2019, 71% dos profissionais que trabalham em home office no Brasil se dizem mais felizes.

Maior Produtividade

Pessoas são diferentes e por isso precisem de “regras” diferentes. Eu, por exemplo, sou adepto ao trabalho à noite, ou até mesmo de madrugada. Muitos preferem acordar bem cedo e já começar a todo vapor. Como você faz suas regras no trabalho remoto, você saberá melhor que ninguém, como ser mais produtivo. Inclusive, receber um sorriso do seu filho às 10h da manhã e poder tirar meia hora para brincar na sala com ele, é algo que — para mim — não tem preço.

Desde o início da pandemia, 78% dos brasileiros se sentem mais produtivos trabalhando remotamente, em pesquisa realizada pela Pulses em 2020

Dificuldades Comuns do Trabalho Remoto

Há tempos, a prática do trabalho remoto não era tão bem vista assim pelas pessoas.

Eu por exemplo, já trabalho desta forma há muitos e muitos anos.

Uma vez aconteceu um episódio que me marcou bastante.

Estava eu em casa quando minha internet caiu. Como de praxe, reiniciei o modem, mas nada.

Entrei em contato com a operadora e eles me fizeram um monte de perguntas. Mais uma vez, nada.

Mandaram então um técnico à minha casa para resolver o problema.

O rapaz era agradável, bom de serviço. Resolveu o problema bem rápido.

Enquanto fazia os reparos, ele me perguntou se eu estava de férias. Eu disse que não, trabalhava em casa mesmo.

Logo então me perguntou se eu era tipo uma “dona de casa”, e eu disse a ele que não, eu trabalhava via internet, de onde eu quisesse.

Foi assim que ele me disse que era coisa de rico. Ele nunca tinha visto alguém que trabalhasse desta forma.

Julgamento alheio

Como na história que eu descrevi, muitas pessoas acham que trabalhar fora do ambiente convencional de trabalho é “coisa de vagabundo”, ou “coisa de rico”. O ponto aqui é que muitos não encaram isto com naturalidade e pode se tornar algo chato e corriqueiro na sua vida.

Solidão

Por mais que você possa trabalhar de casa, perto de sua família, chega um momento que é normal sentir falta do convívio social. Somos seres com necessidade de convivência com outras pessoas. Como durante a pandemia, tal contato teve que ser evitado, não foi possível fugir deste sentimento. No entanto, muitos optam por fazer reuniões online para diminuir o distanciamento.

Procrastinação

Para mim esta é a maior dificuldade. A vontade de trabalhar no sofá, deitado, com a tv ligada em uma série no Netflix, bate à porta de trabalha em casa, quase o tempo todo. É um complicado resistir. No entanto, há alguns métodos para driblar a procrastinação. Escrevi um artigo sobre como ser mais produtivo, trabalhando em casa, que fala exatamente como combater o problema do “vou deixar para um pouco mais tarde”.

Dificuldade de Concentração

Em uma pesquisa feita em março de 2021 pela Robert Half (empresa de recrutamento especializado), 1 a cada 5 brasileiros dizem que as distrações causadas pela família é a maior dificuldade para o Home Office. E realmente pode ser um grave problema. Da mesma forma que tirar um tempo para brincar com o filho durante o “expediente”, a proximidade com pessoas que não estão trabalhando, é um tanto quanto complicada. Seja a esposa te chamando, o filho gritando ao seu lado, ou a campainha que toca para uma entrega.

Futuro do Trabalho Remoto

No início de maio de 2020, o CEO do Twitter, Jack Dorsey, disse aos seus funcionários que boa parte deles seria liberada para trabalhar de casa por tempo indeterminado.

Práticas como essa são cada vez mais adotadas por empresas no mundo inteiro. Sejam elas grandes corporações, até negócios locais.

É inevitável a mudança de comportamento depois da pandemia.

Trabalhar em casa já não é mais algo longe da realidade das pessoas. Por mais que muitos voltarão ao trabalho presencial, o Home Office já é parte da cultura profissional.

Entretanto, o trabalho remoto é hoje, um dos objetivos de quem se arrisca a trabalhar na internet.

É muito mais fácil começar este novo estilo de vida, com a criação de um negócio digital.

Se este também é o que você busca, eu indico um artigo interessante que publiquei há algum tempo, Quero trabalhar em Home Office: por onde começar?. Nele eu falo um pouco sobre o que você precisa para começar a trabalhar em casa e ter um negócio de sucesso.

Caso você tenha alguma dúvida, ou queira saber um pouco mais sobre o assunto, faça o download do eBook “A Arte de Dominar a Internet”. Lá eu te mostro o passo-a-passo para começar um negócio na internet e como atrair clientes.

Alguma dúvida?

Fonte: https://www.oberlo.com.br/blog/estatisticas-home-office

Evernote: a ferramenta online que organiza a sua vida

 Hoje é dia de falar um pouco sobre o Evernote. Ele é uma ferramenta muito poderosa, bastante utilizada e com uma versão gratuita muito boa.

Isso aqui não é propaganda, falo dele porque é algo que revolucionou a minha vida.

Eu costumava anotar muita coisa em vários arquivos de texto espalhados pelo computador. Os meus documentos e contratos me tiravam o sono para achar. Imagens por todo lado, e os pdf’s? Tudo desorganizado.

O Evernote é uma ferramenta de notas capaz de organizar todos os seus arquivos em cadernos e filtrados por títulos, conteúdo ou etiquetas.

Na prática, ele substitui aquele monte de arquivos em texto, pdf, vídeo, imagens, espalhados por todo o seu computador.

Você arquiva tudo em um só lugar e chega de ficar “catando” informações naquele monte de pastas.

É possível organizar seus documentos pessoais, informações sobre clientes, postagens em redes sociais, contratos e muito mais.

Na verdade é possível usar o Evernote em inúmeros casos.

Eu poderia ficar escrevendo aqui por horas, mas prefiro que você vá lá e veja.

Possui a versão online, desktop e celulares Android e Ios.

👉 Se você quer otimizar seu trabalho, você DEVE conhecer o Evernote.

Quer uma ajuda nossa? Preencha o formulário abaixo!

5 Truques para Atrair Clientes

Quer saber 5 Truques para Atrair Clientes, usando a internet?

Listei aqui para você 5 ótimas dicas para construir a Presença Digital do seu negócio, seja ele “real” ou virtual.

Tudo começa publicando um site bem objetivo e sem informações desnecessárias. Inclusive normalmente falo que ele precisa ter uma cara de página de vendas. O cliente precisa saber quem é você, o que você faz, a sua expertise, ou capacidade de entregar o que ele quer, e sobre o seu produto ou serviço. Nada de Visão, missão, valores. Ele não quer saber se você tem experiência de 40 anos sobre algo. A única coisa que é preciso saber, é se o seu produto ou serviço vai resolver a dor que ele tem.

Crie uma conta no Pinterest. Esta ferramenta é fantástica para gerar visitantes no seu site. Mesmo se você for iniciante, ele vai ser bem útil. Diferentemente das redes sociais, o Pinterest é um buscador, como o Google. Então seu post fica relevante por muito tempo. Eu tenho alguns posts que trazem muito tráfego, há meses.

A melhor forma de atrair clientes pela internet é a produção de conteúdo relevante. Isso quer dizer que se você criar tutoriais, artigos, posts, infográficos, ou seja, algo que ajude alguém a resolver uma dor, conseguirá atingir muita gente. Para criar artigos interessantes e posts, é preciso ter muitas ideias de conteúdo. E isso é bem complicado. No entanto, existe uma ferramenta fantástica para consulta sobre “palavras-chaves” que estão sendo muito usadas na internet. Basta procurar por palavras relativas ao seu produto ou serviço e terá um monte de ideias relacionadas. Fantástico.

Mas, nada disso será útil se você não tiver constância na publicação. Os algoritmos das redes sociais te “forçam” a criar muito conteúdo para a plataforma. Isso quer dizer que, se você não tiver uma quantidade mínima de conteúdo, você não é mostrado para os usuários. Poste todos os dias, de preferência. No Pinterest pode ser 2x por semana, no mínimo.

Por fim, a grande técnica usada pelos maiores vendedores na internet — use Gatilhos Mentais. Eles realmente FUNCIONAM. Mas cuidado, não vá usar isso o tempo todo, de todas as formas. Tenha parcimônia.

Os Gatilhos mentais mais famosos — descritos no best-seller “As Armas da Persuasão”, do PhD Robert Cialdini — são: Reciprocidade, Compromisso e coerência, Aprovação social, Afeição, Autoridade, e talvez o mais conhecido e utilizado de todos, a Escassez.

Quer uma ajuda nossa? Preencha o formulário abaixo!

5 Motivos porque você NÃO DEVE depender somente das redes sociais para vender

No momento que um empreendedor quer usar a internet para atrair clientes, logo vem na cabeça criar uma conta em todas as redes sociais e sair postando.

Não é que seja uma má ideia, mas não é tão simples assim.

Listei aqui 5 motivos mostrando porque você não deve depender SOMENTE das redes sociais para atrair clientes.

Muita gente diz que as redes sociais são terrenos alugados. A comparação é bem válida. É mais ou menos isso mesmo.

1. Se ela acabar, você perdeu tudo

Há alguns dias o Instagram e Facebook saíram do ar por alguns minutos. Caso alguma dessas empresas saia do ar, você não terá absolutamente nada para continuar vendendo na internet. O Orkut provou que isso pode acontecer.

2. O algoritmo manda no seu negócio

Apesar do cenário ser parecido com o Google, os algoritmos das redes sociais tendem a focar mais no desempenho do negócio, do que na relevância do seu conteúdo. Seus posts podem parar de atingir as pessoas de um dia para o outro.

3. Posts duram muito pouco

Um ponto comum nas redes sociais é o tempo que seu post continua relevante. Por mais tráfego que ele tenha, ele para de ser mostrado em horas.

4. Conteúdo é entregue para 2%

Se você possui 10 mil seguidores, há uma chance muito grande de apenas 200 pessoas verem o seu post. Por isso a obsessão para conseguir seguidores atrapalha muitos negócios.

5. Seguidores não gostam de anúncios

Quem está online nas redes sociais geralmente está consumindo entretenimento de alguma forma. Seja vendo fotos, vídeos, textos ou imagens. Para atingir estas pessoas é preciso investir em conteúdo de qualidade. E isso quer dizer que é preciso entreter de alguma forma, o que consome tempo e dinheiro.

👉 Vai começar um negócio, crie um site e coloque no ar. Aí sim você pode se dedicar às redes sociais e não fica na mão.

Quer uma ajuda nossa? Preencha o formulário abaixo!

6 dicas de SEO para sua imobiliária

A visibilidade online tem sido cada vez mais importante no setor imobiliário

Se você deseja que os clientes em potencial (inquilinos ou investidores) encontrem sua empresa de CRE ou descubram suas listagens de propriedades, precisará aproveitar as estratégias de marketing digital para avançar. Investir em SEO é uma das muitas ferramentas que podem ajudar uma empresa imobiliária comercial a obter uma vantagem competitiva crucial em 2019.

Mas, o que é SEO? SEO, ou Search Engine Optimization, refere-se à prática de criar visibilidade e melhorar as classificações no Google e em outros mecanismos de pesquisa para suas listagens de empresas ou propriedades. SEO é um jogo longo que requer tempo para criar estratégias e implementar, pois pode levar meses ou mais de um ano para obter resultados significativos; no entanto, quando executado corretamente, o resultado pode ser poderoso e ajudar a aumentar o número de visitantes e novas perspectivas para o seu site.

O SEO para imóveis é importante porque a obtenção de classificações superiores nos mecanismos de pesquisa é crucial para qualquer estratégia de marketing on-line eficaz. Pesquisas mostram que, quando você executa uma consulta de pesquisa no Google, o 1º resultado recebe 33% dos cliques. Além disso, das 67 mil pesquisas realizadas no Google a cada segundo, 75% das pessoas nunca passam pela primeira página dos resultados dos mecanismos de pesquisa. Em outras palavras, a classificação de palavras-chave relevantes na primeira página dos resultados de pesquisa do Google é imprescindível para obter qualquer tipo de impacto significativo e atrair mais inquilinos, investidores e corretores em potencial para o seu site imobiliário para vencer seus concorrentes.

Pensando em ajuda-lo a organizar o SEO para a sua imobiliária, separamos 6 dicas para que você possa otimizar seu site e aumentar sua visibilidade na web. Confira!

  1. Defina a estratégia básica de palavras-chave

Ter uma estratégia básica para as palavras-chave que você deseja segmentar é um bom ponto de partida para qualquer estratégia de SEO. Você pode segmentar suas palavras-chave em “blocos”, como:

  • Termos imobiliários comerciais de alto nível
  • Termos genéricos competitivos como “casa para alugar” ou “imóveis em Belo Horizonte” e outras variações gerais que um usuário pesquisaria.
  • Termos de nicho específicos, com palavras-chave relacionadas a categorias específicas em que sua propriedade ou empresa CRE se enquadra. Estes são geralmente mais descritivos, como “espaço de escritório de classe A de São Paulo para alugar” ou “corretores de varejo de Curitiba”.
  • Termos de marca, que se refere ao fato de que qualquer termo de palavra-chave que use a marca ou o nome da propriedade da sua empresa. Você deseja garantir que seu site faça o suficiente para superar todos os sites anúncios que já podem ter sua propriedade listada.

Estar atento ao espectro desses segmentos de palavras-chave ajudará a determinar como definir seu conteúdo.

  1. Escreva conteúdo exclusivo

O antigo ditado diz que “o conteúdo é rei” e depois evoluiu para uma forma mais verdadeira: “grande conteúdo é rei”; no entanto, o que é mais verdadeiro atualmente, especialmente em termos de SEO, é que “o conteúdo original é o principal”. Garantir que você tenha uma variedade de conteúdo exclusivo e útil exibido em todo o site é um passo essencial para criar a base de uma forte estratégia de SEO. Lembre-se de que nem todo o conteúdo deve ser baseado em texto e você pode considerar outros meios para utilizar, como fotografia, gráficos e vídeo.

Muitas empresas imobiliárias comerciais reutilizam o mesmo conteúdo (ou quase o mesmo) ou cobrem o mínimo necessário. Por exemplo, é comum ver exatamente as mesmas descrições de propriedades reutilizadas repetidamente para várias listagens de propriedades publicadas. A abordagem mais ideal é criar uma descrição de propriedade exclusiva e detalhada para o site que você deseja otimizar e classificar para SEO.

  1. Otimize elementos de SEO na sua página

Cada página de um site imobiliário comercial possui importantes elementos de SEO associados a ele. Especificamente, o título da página, a descrição do site e até as imagens possuem metadados usados ​​pelo Google para entender o conteúdo geral da página. É essencial utilizar esses blocos de informações para ajudar o Google a colocar seu site nas pesquisas relevantes e a listá-lo corretamente, como por exemplo um comando falando sobre kitnet para alugar em Belo Horizonte, por exemplo. Lembre-se que o Google recompensa as empresas por criarem conteúdo, especialmente conteúdo relevante, para garantir que tudo esteja rotulado corretamente.

  1. Encontre maneiras de obter links

Uma maneira infalível de melhorar as classificações do seu site é fazer com que outros sites com autoridade vinculem o seu site. Este foi um fator chave de sucesso para o SEO há 10 anos e ainda é crucial hoje. Obter links é uma etapa mais avançada do SEO, pois não está totalmente em suas mãos. Requer conteúdo sólido e consistente e divulgação diligente. É nesse ponto que a criação de conteúdo útil e envolvente é fundamental, pois as pessoas não serão obrigadas a vincular ao seu site se não houver algo interessante ou relevante para escrever e compartilhar. Atualizar seu site com novos itens sobre aquisições recentes ou criar relatórios do status do mercado em sua área (por exemplo) são peças de conteúdo que as pessoas desejam compartilhar.

Simplesmente criar o conteúdo não é suficiente, não fique estagnado! O próximo passo é fazer uma pesquisa para obter as informações de contato adequadas para fontes de mídia que você julgue relevantes. Depois de receber e-mails ou outras informações de contato, você deve ser educadamente persistente com a divulgação para obter contatos da imprensa e outros sites para criar um link com você e/ou publicar suas notícias. Se um contato confiável for estabelecido, é bom manter esse relacionamento e continuar fornecendo notícias valiosas a eles. Há um lado mutuamente benéfico em tudo isso, pois enquanto você obtém links para sua empresa imobiliária comercial e cria conhecimento da marca, a fonte de mídia está adquirindo informações e conteúdo com relativa facilidade. É uma verdadeira situação ganha-ganha.

  1. Melhorar a velocidade de carregamento da página

A velocidade do site tornou-se cada vez mais importante, porque o Google classificará os sites de forma mais baixa se eles não tiverem bom desempenho ou se tiverem velocidades de carregamento de página inferiores. Existem muitos fatores que determinam e afetam a velocidade de carregamento da página: servidores de hospedagem, conteúdo na página, tamanhos de imagem, compactação do código (HTML, JavaScript, CSS, etc.), otimização do site.

O Google fornece um ótimo recurso para começar e algumas dicas sobre o que pode ser melhorado para o seu site. Existem outros verificadores de velocidade de página disponíveis on-line e todos eles podem fornecer uma lista de itens acionáveis ​​a serem tratados.

  1. Compre um certificado SSL

Uma etapa rápida e fácil para ajudar o SEO do site imobiliário comercial da sua empresa é com um certificado SSL. Essencialmente, é um arquivo de dados criptográficos usado para proteger as informações de um visitante do site de serem comprometidas. Ele garante que os dados enviados ao seu site sejam visíveis apenas para o servidor a partir do visitante. Essa medida de segurança se tornou particularmente importante devido ao aumento do comércio eletrônico e do varejo on-line. Geralmente, os certificados SSL são fornecidos pelo host do seu domínio por uma taxa adicional (GoDaddy, etc). No entanto, também existem opções alternativas disponíveis, fazendo uma pesquisa rápida.

Estas são algumas das etapas para ajudar no SEO do seu site imobiliário. É importante notar que o SEO muda constantemente. O Google e outros mecanismos de pesquisa confiam mais em IA e algoritmos automáticos para aprender perpetuamente o comportamento da pesquisa e evoluir.

Gostou deste artigo? Compartilhe-o em suas redes sociais!

Quer uma ajuda nossa? Preencha o formulário abaixo!

Como fazer para anunciar grátis na internet?

Anunciar grátis na internet não é tarefa das mais difíceis. Você já aprendeu aqui conosco várias formas de conseguir clientes pela internet. No entanto, caso você ainda é novo no Marketing Digital e quer apenas “anunciar” seu negócio em alguns sites de anúncios, vamos mostrar a vocês como fazer.

O Cenário de Anúncios na Internet

Existe muito de qualquer coisa na internet atualmente.

E desde os primórdios na internet, existem os chamados sites de anúncios.

Estes anúncios, mesmo que um tanto quanto rudimentares, costumam levar algum tráfego para o seu site.

Antigamente eles eram bem populares.

Me lembro que quando comecei a utilizar a internet, em meados de 1998, o legal era fazer um site grátis no Geocities, e fazer parte dos anúncios (diretório) de sites hospedados lá.

Com o tempo, a quantidade de dados na internet aumentou, o costume se modificou, e a jornada do visitante na rede já é bem diferente de 20 anos atrás.

Tais diretórios estão entrando em desuso, e vários deles nem existem mais.

Geralmente os sites de anúncios, costumam ter tanto produtos quanto serviços.

Por isto, resolvemos listar os 10 principais  que podem ajudar você a divulgar sua empresa.

13 Melhores Sites de Anúncios

Vale a pena dar uma conferida em cada um.

Claro que na internet existem muito mais sites que estes que listei.

No entanto, este é um ótimo ponto de partida para a procura do site ideal.

Você também pode procurar por diretórios de sites.

Por mais que estejam em desuso, ainda existem vários por aí.