Como Melhorar a Experiência do Usuário na Internet

Com a propagação massiva dos smartphones, o usuário deixou de ser cliente passivo e tornou-se mais exigente e entendido de, praticamente, todos os assuntos.

Desta forma, é correto afirmar que se você tem uma empresa de manutenção de geradores, para citar um exemplo hipotético, e possui um site lento e não responsivo, as chances de ficar para trás são grandes.

Invista na experiência do usuário

Se quer satisfazer seus clientes, precisa ter um produto de excelência, porém, há a necessidade de se inteirar e investir em aplicativos e sites e estar presentes nas redes sociais com uma periodicidade constante. Isso fará com que sua empresa vista uma luva de vaqueta, por exemplo, e se mantenha protegida e aquecida dentro do seu nicho.

Siga os pilares abaixo e conseguirá grande aporte e cada vez mais clientes.

  •  Visual é fundamental: aquela frase antiga “a primeira impressão é a que fica”, pode ser inserida aqui. Pois não há como trazer o consumidor para próximo de você, se tiver um visual pouco surpreendente. Quanto mais tempo de interação houver, maiores serão as chances de compra.
  • Valor agregado: se sua marca vende bisnaga de plástico, oferece um site ou aplicativo que tire as dúvidas do cliente e, ainda, satisfaça todas as necessidades (com planilhas, interação e suporte), esta experiência ganhará robustez.
  • Página acessível a todos: não estamos falando apenas de uma página responsiva e que esteja configurada para todos os dispositivos como smartphones, notebooks e computadores. A otimização tem que incluir usuários com restrições físicas, visuais, auditivas e etc.
  • Marca com credibilidade: já dizia o Tio Ben, dos quadrinhos do Homem Aranha: ‘com grandes poderes, vem grandes responsabilidades’. Ou seja, projete o menor número de erros para que sua credibilidade se eleve. 

Solucionar problemas dos clientes de forma rápida e amistosa é um dos grandes trunfos. Estudos sobre a experiência do cliente apontam que, fazendo isso, as taxas de vendas ampliam-se demasiadamente.

  • Caminhos intuitivos: tenha profissionais capacitados para que você, juntamente com este time, possam estudar as maneiras mais eficazes de tirar proveito do design do seu site ou aplicativo. Textos claros e que vão direto ao ponto, um mapa detalhado do site, o uso de cores certas e outros, garantem benefícios impactantes.
  • Velocidade no carregamento da página: sabia que o carregamento de sua página é um ponto que pode elevar seu rankeamento dentro dos mecanismos de busca? Além disso, ninguém tem tempo a perder e atrasos neste item poderão custar um cliente ou uma venda. E você não quer isso, correto?

No que a experiência do usuário agrega?

Por fim, vale ressaltar que há um sem número de benefícios quando esta experiência se transforma num modelo de negócio.

Desta forma, sua empresa terá números expressivos de conversão de vendas, será referência no nicho que escolher e contará com compartilhamentos e likes nos círculos sociais daqueles que já adquiriram seus produtos.

E agora que você já sabe como melhorar a experiência do usuário, porque não fazer uso destes benefícios que estão ao alcance de todos? É hora de agir!

Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.

7 Táticas Infalíveis para Potencializar as Vendas Online

Se você está pensando em montar um negócio online é preciso entender que, além de contar com todas as ferramentas adequadas, vai ter que investir também em treinamento e informação. 

A ferramenta correta não adianta sem o conhecimento necessário para que ela seja utilizada. Por isso, separamos aqui sete segredos para aumentar as vendas na web.

1 – Permaneça motivado

O primeiro passo a ser dado por um empreendedor digital é realmente desejar vender online, em vez de apenas utilizar uma plataforma da web como “estepe” para as vendas físicas. 

Com motivação, podemos definir estratégias de venda para diferentes produtos, seja chave de nível, alimentos, definir a persona, e ainda entender o comportamento de navegação, busca e compra do seu possível cliente, para então encontrar serviços online que possibilitem rodar estratégia e gerenciar o negócio.

2 – Respeite (e ame) seus leads

O empreendedor ensina que quanto mais leads, mais oportunidades de venda são geradas, o que resulta no crescimento. 

Um Lead é, basicamente, um futuro comprador, alguém do seu nicho de negócio, uma pessoa que tem o problema ou a dor que seu produto ou serviço pode resolver. Ou seja, aquele a quem você pode ofertar algo. É importante crescer sempre esta base, que precisa ser valorizada.

3 – Invista

Embora o mercado digital tenha custos baixos, engana-se quem acha que é possível ter custo inicial zero. 

O mercado digital exige um investimento mínimo em uma conexão com internet, criação de estratégias de vendas online e serviços como e-mail marketing, construtor de site e divulgação do produto. 

Caso o empreendedor seja autodidata, pode não precisar gastar dinheiro com cursos. Mas você pode levar menos tempo investindo em conhecimento que ensine a criar estratégias de vendas online. Entre R$100 e R$400 é o que estimamos como mínimo necessário para que um empreendedor online possa investir mensalmente.

4 – Migre do off-line para o online

Embora muitos pensem que o melhor a fazer seja iniciar um negócio do zero na internet, é possível migrar a oferta de produtos ou serviços já existentes para o ambiente da web, como mostrar cases. 

Há diversos clientes da área de consultoria, descarte de lixo eletrônico, treinamentos e até produtos físicos, que usam a estratégia de marketing de relacionamento online para escalar e potencializar os seus negócios.

5 – Crie relacionamento

Todo fã conquistado na rede social já é um lead com quem se deve criar um vínculo. Mas para ter um relacionamento efetivo com ele, o ideal é obter o e-mail deste lead para uma comunicação mais próxima e direta.

Futuros compradores segmentados de elevador de carga, por exemplo, o que levará o lead a se tornar cliente será o sentimento de proximidade com a marca.

6 – Dê informação

A melhor forma de conquistar o lead é ofertando conteúdo a ele. Em troca do e-mail, o lead pode receber um e-book, planilha, vídeo, mini treinamento, infográfico, entre outros. 

Ele também lembra que o conteúdo oferecido gera autoridade e melhora a visão do lead sobre o produto ou serviço. Você pode enviar por e-mail dicas, novidades, notícias, táticas e conteúdos de valor em forma de vídeos, artigos, e-books, podendo também contar sua história em forma de storytelling.

7 – Mude! 

Como o ambiente online está em constante mudança, e considerando as inúmeras possibilidades de entrega de conteúdo e oferta de serviços, Carmona lembra que é possível mudar as estratégias a qualquer momento. 

Se você percebe que não está tendo o resultado desejado, pode mudar a forma como se relaciona com o público. 

Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.

Números da Internet para Negócios em 2021

Às vezes fica imaginar um cenário, principalmente se tratamos com números muito grandes.

No entanto, é interessante mostrar o quanto a internet é uma oportunidade gigante.

A melhor forma de entender isso, é com números.

Você pode estar nesse momento pensando em como ganhar dinheiro online.

E aqui trago alguns números relacionados ao mercado digital e te dar algumas possibilidades.

E aí, tá esperando o que para começar a atrair clientes para seu negócio?

1. Aproximadamente 40% da população mundial tinha uma conexão com a internet em 2018.

em 1995, era menor que 1%.

2. Existem mais de 7 bilhões de pesquisas no Google todos os dias. 15% das pesquisas são novas, nunca foram pesquisadas antes.

3. As vendas de comércio eletrônico atingiram US$ 2.29 trilhões em 2017 e devem chegar a US$ 4.9 trilhões em vendas em 2021.

4. 71% dos compradores Acreditam que eles conseguirão um melhor negócio on-line do que nas lojas.

5. 80% de todos os usuários da Internet possui um telefone celular.

6. Estima-se que existam cerca de 2.77 bilhões de usuários de mídias sociais em todo o mundo (mais de 13 vezes a população do brasil)

7. As pessoas gastam, em média, 2 horas e 15 minutos por dia em redes sociais.

8. 39.3% de todos os sites na Internet são feitos com WordPress (ferramenta gratuita de criação de sites)

9. Pessoas gastam 89% do tempo em dispositivos móveis com aplicativos e os outros 11% gastos em sites.

10. 71% de todos os compradores começam com pesquisas genéricas sem marca.

Ideias de Pequenos Negócios para Trabalhar em Casa e ter uma Renda Extra

Sim, eu sei que os tempos são difíceis, mas o futuro já nos parece mais promissor.

Pode ser só uma impressão, mas ainda sofremos com a crise.

Muita gente perdeu o emprego, ou algum tipo de renda complementar. E fica a dúvida: como conseguir uma renda extra?

Listei aqui para você alguns serviços que podem ser conciliados com seu emprego atual. Eles podem inclusive ser a sua renda principal.

A internet oferece infinitas oportunidades.

Agarre a sua!

1 – Dropshipping

Esta modalidade permite vender online sem precisar de estoque. Basta achar um fornecedor que trabalhe com dropshipping. Assim que você vender um produto, o pedido vai para este fornecedor, que manda direto para o cliente final. Assim você pode criar uma loja mesmo sem dinheiro para investir. E o melhor, seu cliente não sabe do processo.

2 – Infoprodutor

Se você tiver uma boa capacidade de ensinar alguma coisa, essa é uma grande oportunidade. Crie um curso online e disponibilize para venda em plataformas como o Hotmart, por exemplo. Basta ter um celular com câmera e conhecimento para transmitir!

3 – Afiliado

O afiliado é como um representante de vendas. Ele vai vender os produtos que o Infoprodutor cria, ganhando uma comissão. A Hotmart faz a conexão entre os infoprodutores e os afiliados. Um produz, o outro vende e ganha uma porcentagem.

4 – Freelancer

Caso você saiba algo relacionado à design gráfico, ou programador, já está acostumado ao modelo. O chamado “freela” presta serviço sem vínculo empregatício e nem como empresas. (Se quiser aprender a fazer posts como um profissional, veja aqui!)

5 – Responder pesquisas

Existem diversos sites que te pagam por responder pesquisas. Dá trabalho, o valor por resposta é pequeno, mas como renda extra é uma boa pedida.

Existem milhares de formatos por aí que podem te dar uma renda extra.

Teste vários e veja o que você mais se adaptou.

O importante é se certificar que a forma que você escolheu paga, de verdade.

Eu já conheço a Hotmart há anos, por isso citei aqui. Empresa muito séria, 100% confiável.

Enquanto as demais, só me procurar que eu te ajudo.

5 Truques para Atrair Clientes

Quer saber 5 Truques para Atrair Clientes, usando a internet?

Listei aqui para você 5 ótimas dicas para construir a Presença Digital do seu negócio, seja ele “real” ou virtual.

Tudo começa publicando um site bem objetivo e sem informações desnecessárias. Inclusive normalmente falo que ele precisa ter uma cara de página de vendas. O cliente precisa saber quem é você, o que você faz, a sua expertise, ou capacidade de entregar o que ele quer, e sobre o seu produto ou serviço. Nada de Visão, missão, valores. Ele não quer saber se você tem experiência de 40 anos sobre algo. A única coisa que é preciso saber, é se o seu produto ou serviço vai resolver a dor que ele tem.

Crie uma conta no Pinterest. Esta ferramenta é fantástica para gerar visitantes no seu site. Mesmo se você for iniciante, ele vai ser bem útil. Diferentemente das redes sociais, o Pinterest é um buscador, como o Google. Então seu post fica relevante por muito tempo. Eu tenho alguns posts que trazem muito tráfego, há meses.

A melhor forma de atrair clientes pela internet é a produção de conteúdo relevante. Isso quer dizer que se você criar tutoriais, artigos, posts, infográficos, ou seja, algo que ajude alguém a resolver uma dor, conseguirá atingir muita gente. Para criar artigos interessantes e posts, é preciso ter muitas ideias de conteúdo. E isso é bem complicado. No entanto, existe uma ferramenta fantástica para consulta sobre “palavras-chaves” que estão sendo muito usadas na internet. Basta procurar por palavras relativas ao seu produto ou serviço e terá um monte de ideias relacionadas. Fantástico.

Mas, nada disso será útil se você não tiver constância na publicação. Os algoritmos das redes sociais te “forçam” a criar muito conteúdo para a plataforma. Isso quer dizer que, se você não tiver uma quantidade mínima de conteúdo, você não é mostrado para os usuários. Poste todos os dias, de preferência. No Pinterest pode ser 2x por semana, no mínimo.

Por fim, a grande técnica usada pelos maiores vendedores na internet — use Gatilhos Mentais. Eles realmente FUNCIONAM. Mas cuidado, não vá usar isso o tempo todo, de todas as formas. Tenha parcimônia.

Os Gatilhos mentais mais famosos — descritos no best-seller “As Armas da Persuasão”, do PhD Robert Cialdini — são: Reciprocidade, Compromisso e coerência, Aprovação social, Afeição, Autoridade, e talvez o mais conhecido e utilizado de todos, a Escassez.

Quer uma ajuda nossa? Preencha o formulário abaixo!

Domínio Expirado: O que é? É bom para SEO?

Um domínio expirado é um domínio comum que não foi renovado até a sua data de vencimento. Quando isto acontece, após um tempo de espera (em torno de 30 a 45 dias) e não foi ainda renovado, eles voltam ao mercado e podem ser registrados, por qualquer pessoa. Quando estes domínios possuem boas métricas de autoridade, elas permanecem por um tempo. Profissionais de SEO geralmente os compram pois são extremamente úteis para uma campanha de posicionamento nos mecanismos de busca.

O que é um Domínio?

Um domínio é um endereço na internet (www.seudominio.com, por exemplo).

Estes endereços na verdade são um direcionador dos usuários que acessam um endereço, para um nome e número, chamado de dns.

Estes dns na verdade mostram para o navegador qual é o IP do servidor de hospedagem de sites que o seu site está.

Basicamente falando, o domínio diz ao navegador de quem acessa, onde está o seu site.

Como ficaria extremamente difícil decorar os números de cada site na internet, a solução foi atrelar os IP à endereços “escritos”.

Então, para que você colocar um site novo na internet, ele necessariamente precisará de um servidor de hospedagem e um domínio, a sua escolha.

Como ele expira?

Sempre quando um domínio é registrado, ele tem um tempo de validade atrelado.

Pode-se comprar por 1 ano, 2, ou até 10 anos, geralmente.

Após o período comprado termina, o proprietário tem a opção de renová-lo.

Assim que o período se esgota, ainda é possível renovar por um prazo em torno de 15 dias mais ou menos.

Se após este período todo, mesmo assim o proprietário opta por não renovar, aí ele entra em um processo que no Brasil, para domínios .com.br, é chamado de processo de liberação.

Quando um domínio possui uma grande autoridade, ele pode ser disputado por mais de uma pessoa.

Neste caso, após um certo tempo com mais de uma pessoa envolvida neste processo, o domínio pode entrar em processo de leilão.

Isto ocorreu recentemente com o domínio orkut.com.br

Ele possui tanta autoridade que resolvi colocar aqui o comunicado para quem estava na disputa, o valor que venceu o processo de leilão.

Pasmem:

email de resultado de leilao do dominio orkut.com.br

Isto mesmo, ele foi leiloado por UM MILHÃO, QUINHENTOS E QUARENTA MIL REAIS.

Dá para ver assim como um domínio expirado pode ser útil para o plano de SEO de um site.

Como ele foi uma Rede Social extremamente importante em sua época, ele atingiu patamares altíssimos tais como as Redes Sociais atuais possuem.

Então, o valor é alto pois ele pode levantar qualquer site a patamares altíssimos de relevância na internet.

Como pesquisar por domínios expirados?

Há algumas ferramentas na internet com a finalidade de encontrar domínios expirados com boas métricas.

Várias delas são pagas, mas há uma em especial que é bastante utilizada e gratuita.

O endereço dela é https://www.expireddomains.net.

Lá é possível filtrar os domínios por várias métricas como DA, PA, UR, etc.

Além de ser possível também filtrar por TLD.

Para quem procura um domínio para sua estratégia de SEO ou mesmo para sua empresa, vale a pena procurar por algum que seja relevante para seu nicho de mercado.

Depois de expirado, ele pode ser registrado normalmente pelas entidades registradoras de domínios.

Como Registrar um Domínio Nacional (.com.br)

Este tipo de registro no Brasil é regulamentado pelo registro.br.

Você acessa o site, faz a procura pelo domínio a sua escolha na barra principal ao centro da tela.

tela do registro br registro de dominio .com.br

Caso o domínio esteja disponível, já aparecem as opções para registro e valor do pagamento a ser feito.

Assim você cria uma conta e recebe um e-mail com as instruções de pagamento após seu ticket ser validado e processado.

Efetuando o pagamento de acordo com a quantidade de tempo determinada por você, o domínio é seu e só você poderá usá-lo para seu site.

Atualmente, o valor de registro de um domínio .com.br é de R$ 40,00 por um ano de validade.

Caso precise de mais tempo, há um certo desconto de acordo com a quantidade de anos a mais.

Bom dizer que o registro.br também registra uma série de outras extensões, como:

Este são apenas alguns, para conferir a lista completa de extensões, veja aqui.

Como Registrar um Domínio Internacional (.com)

Há muitas empresas que fazem este tipo de registro, inclusive por se tratar de TLDs (extensão do domínio) internacionais.

Uma boa opção é o Whois.com.

Lá você também faz a pesquisa pelo domínio desejado na parte principal do site.

tela whois para registro de dominio .com

Se estiver disponível você já fica sabendo e continua quase que da mesma forma do registro.br.

Os preços lá são muito bons, vale a pena pesquisar.

No entanto como disse, há várias empresas que fazem isto.

Fique de olho com os preços cobrados por cada uma, podem variar e muito.

Inclusive há algumas “promoções” que você pode ganhar um grande desconto no primeiro ano mas depois o valor pode ficar extremamente mais caro.

Assim como o Registro.br, o Whois também pode registrar várias outras extensões de domínio, tais como:

extensoes whois para registro

Lá mesmo ainda é possível registrar uma infinidade de outras extensões, confira a lista!

Estratégias de SEO para compra de domínio expirado

Profissionais de Marketing Digital que trabalham bem o SEO, costumam pesquisar na internet por domínios expirados que já estejam disponíveis.

Caso ele possua boas métricas, eles os compram e utilizam-se desta autoridade para que seja possível ranquear sites nestes domínios muito mais facilmente do que em um domínio novo.

A autoridade do domínio é atingida por uma grande quantidade de fatores.

Como ninguém sabe exatamente como funciona o algoritmo do Google, várias empresas na internet criaram suas próprias escalas para medir tal autoridade de acordo com o que elas julgam ser o mais próximo do que o Google faz.

Não é novidade que o Google ranqueia como mais relevantes, sites com maior autoridade tanto no domínio quanto nas páginas.

Desta forma, assim que um site é instalado no domínio expirado mas agora já ativo novamente, o Google entende que o site já possui autoridade pelo domínio ser, digamos assim, mais confiável.

Como escolher o melhor domínio para o seu negócio

Geralmente indicamos para nossos clientes que registrem domínio com sua marca e o seu nicho de mercado.

Isso significa que, caso um cliente tenha uma pizzaria que se chame por exemplo “Expressa”,  é interessante que ele busque por www.expressapizzaria.com.br, ou www.expressapizzaria.com.

Tal observação é feita pois geralmente o domínio é o que o Google ranqueia primeiro nas suas páginas de resultados.

Sendo assim, ele pode ser ranqueado tanto pelo nome da sua empresa quanto pelo nicho que ela se insere.

Quer uma ajuda nossa? Preencha o formulário abaixo!

Vale a pena procurar um cupom de desconto na internet?

Se você já ouviu falar ou já utilizou um cupom de desconto pode ter passado pela seguinte situação: procurou por um voucher por vários minutos e quando finalmente encontrou um, ele não estava válido. Então, será que vale a pena procurar um cupom de desconto na internet? Calma, não precisa desanimar! Neste artigo vamos explicar tudo sobre o tema e te dar boas razões para continuar utilizando esse recurso para economizar.

O que é cupom de desconto?

Cupom de desconto é uma tecnologia que permite que os lojistas online forneçam códigos promocionais que são revertidos em porcentagem à menos no valor da compra. Na prática, significa que ao utilizar um voucher de desconto na sua compra, você pode conseguir pagar uma certa porcentagem a menos do que o valor mostrado no site.

Um cupom de desconto é composto por um código alfanumérico. Para utilizá-lo, basta encontrar um cupom dentro da validade, copiar esse promocode e colá-lo no local indicado da última etapa da compra, já na tela do carrinho. Ao inserir o código, o saldo será atualizado com o novo valor que você vai pagar.

Uma das grandes vantagens do cupom de desconto é que existem várias “categorias”. Alguns são destinados para quando o cliente está fazendo sua primeira compra no site, outros para datas específicas do ano (Natal, Black Friday, etc), além do cupom frete grátis, que funciona para isentar o consumidor da taxa de entrega. A maioria das grandes lojas online oferecem seus cupons, fazendo com que esse tipo de economia seja prática e segura.

Cupom de desconto tem validade?

Por incrível que pareça, sim, os cupons de desconto tem prazo de validade. Geralmente, quando uma empresa fornece vouchers promocionais, ela coloca um determinado período de tempo para submissão ou um número de usuários. Digamos que uma loja online criou um cupom de 30% de desconto. Ela poderá definir que esse cupom só será aceito pelo site até o final do mês ou quando o cupom atingir o número de 100 usos, ou enquanto durarem os estoques.

Geralmente quando um código promocional assim é divulgado, os termos e condições de uso são disponibilizados em conjunto, deixando bem claro na descrição todas as regras para que o cliente não fique com dúvidas sobre a aplicação do cupom para o produto de seu interesse. E na dúvida, faça o teste.

E é justamente por essa situação que muitos consumidores se perguntam se vale a pena procurar um cupom de desconto na internet. Muitas vezes, um cliente pode encontrar diferentes vouchers e nenhum deles ser válidos – o que acaba gerando uma grande frustração. Se isso já aconteceu com você, precisamos te contar que talvez o problema não esteja em procurar, mas sim aonde você está procurando.

Onde procurar por cupom de desconto?

Existem duas possibilidades principais: os sites de cupom de desconto ou a loja online da marca. Vamos começar pela loja online! É comum que o consumidor tenha seu e-commerce preferido e sempre realize suas compras na mesma plataforma. Se este for seu caso, vale a pena seguir a empresa nas redes sociais ou aproveitar as mensagens de ofertas que aparecem na tela. Muitas vezes, a loja disponibiliza cupons de desconto para seus usuários, geralmente apresentados em uma pop-up. Ou seja, hora de ficar de olhos bem abertos!

Outra possibilidade são com os excelentes sites de cupons de desconto. Esse tipo de plataforma foi desenvolvida para reunir vários vouchers em um mesmo local, dos mais variados tipos, valores e marcas. Os top sites de cupom de desconto são aqueles que fazem um serviço de seleção que exclui vouchers fora da validade, o que facilita ainda mais a vida do consumidor. Por fazer esse “agrupamento”, o site de cupom de desconto é seguro e não oferece riscos ao consumidor, serve apenas de intermediário para uma compra com desconto.

Cupom na mão, hora de comprar!

Certamente, com essas dicas você será capaz de encontrar boas opções de cupons de desconto para utilizar. Essa é uma das melhores e mais práticas formas de economizar, já que não compromete o consumidor com nenhuma compra futura e permite que você adquira o que deseja do conforto da sua casa. E cá para nós, tem coisa melhor do que receber um produto sabendo que economizou?

Então, respondendo à questão do início deste artigo: vale a pena procurar um cupom de desconto na internet? Sim, vale a pena! Ainda mais depois de saber onde é o melhor lugar para procurar. Contar com sites de cupons de desconto ou receber promoções das marcas vai facilitar a sua busca e permitir que a compra seja muito mais simples, rápida e econômica.

Quer uma ajuda nossa? Preencha o formulário abaixo!

Como fazer captação de clientes na internet?

Todo novo empreendedor quer saber como fazer captação de clientes na internet.

Muitos não sabem como ou têm uma vaga ideia.

Outros acham que marketing digital é algo extremamente complicado e caro.

Aqui você vai aprender a como fazer isto de uma forma mais prática.

Desta forma você não precisará gastar rios de dinheiro para conseguir novos clientes para sua empresa!

1. Ter um site

Quando alguém está planejando captar clientes pela internet, a ideia básica deve, necessariamente, ter um site no ar.

O site é ferramenta fundamental para fazer captação de clientes através da internet.

Com um site é possível criar autoridade no seu nicho de mercado além de algo para expor tudo o que sua empresa faz ou vende, 24 horas por dia, 365 dias por ano.

Ter um site também te proporciona ter um blog grátis profissional anexado a ele, não sendo necessário fazê-lo do zero.

Há alguns anos atrás, fazer um site era uma coisa um pouco complicada.

Haviam poucas ferramentas fáceis de usar e contratar empresas de criação de sites era quase que fundamental para um bom resultado.

Os CMS não eram tão bons e tão funcionais como temos atualmente a disposição.

Aliás, CMS são gerenciadores de conteúdo, ferramentas que possibilitam fazer um site de forma fácil e bem intuitiva.

O maior CMS existente hoje é o WordPress, amplamente utilizado desde usuários individuais e amadores, quanto por grandes empresas.

2. Criar contas em redes sociais

Muita gente utiliza as redes sociais para a sua vida particular, compartilhar momentos interessantes de suas vidas ou mesmo para pesquisar sobre algo que precisa no momento.

No entanto, as redes sociais também têm um papel muito importante para os negócios.

Como elas tem um grande histórico de preferências de todos os seus usuários, é possível anunciar produtos, serviços ou o que quer que seja com um grande poder de segmentação.

É possível, por exemplo, querer atingir com seu anúncio homens, entre 25-30 anos, que residam em Belo Horizonte e tenham interesse em negócios e ou empreendedorismo.

Além deste exemplo, várias outras segmentações são plausíveis de serem feitas.

Há algo mais assertivo que mostrar o seu produto exatamente para o perfil de seus clientes?

Fantástico não é mesmo?

Pois bem, há muita funcionalidade importante para que possa atrair clientes para sua empresa através das mídias sociais gratuitamente ou por valores bem em conta.

Alias, há vários cursos interessantes, com baixo custo na internet, ou até mesmo gratuitos para que você possa aprender um pouco mais sobre cada uma delas.

3. Criar autoridade em seu nicho de mercado

Então, este é o objetivo fundamental do Inbound Marketing.

Basicamente consiste em produzir conteúdo para tentar fazer com que alguém que tenha um problema a ser resolvido, ao pesquisar na internet acabe descobrindo qual é o problema, como resolvê-lo e onde ele consegue ferramentas ou produtos para solucioná-lo.

Se quiser ler mais sobre o assunto, aconselho a visitar a página Como atrair clientes pela internet e vender mais!

Neste post apresento a vocês como proceder para conseguir gerar tráfego e vendas de acordo com ações bem feitas de Inbound Marketing.

É bem simples mas algo que deve ser planejado, executado, revisado e atualizado constantemente.

Os resultados não são rápidos mas são duradouros quando bem feitos.

4. Cadastre sua empresa no Google Meu Negócio

Muitas vezes quando nos deparamos com alguma dúvida ou problema, o que fazemos?

Sim, geralmente vamos ao Google e pesquisamos.

Entretanto, em várias ocasiões, são mostrados nos resultados das pesquisas, empreendimentos ligados ao que você está procurando.

Este serviço é gratuito e é chamado de Google Meu Negócio.

Basta cadastrar sua empresa lá e assim que alguém procurar pelos seus serviços ou produtos, sua empresa é apresentada a ele, sem que você tenha que pagar para isto.

Se tiver alguma dúvida sobre como proceder, temos um tutorial, um passo-a-passo sobre como fazer este cadastro.

Bem, espero ter ajudado com a sua captação de clientes!

Quer uma ajuda nossa? Preencha o formulário abaixo!

Como começar a vender pela internet?

Muita gente pode já não estar aguentando o chefe, ou o emprego caiu em uma rotina horrível, sofre com baixos salários e acabaram por se decidir a começar a vender pela internet.

Bom, em primeiro lugar, é necessário dizer que empreender pela internet é tão complexo quanto na vida real, em um empreendimento físico.

Vejo muito pela internet uma chuva de links colados por pessoas que acreditam estar fazendo “Marketing Digital“.

Parece que o termo marketing digital hoje é algo similar ao ato de panfletar na rua.

Sem foco, sem objetivo, sem metas e principalmente, sem conhecimento sobre o que é empreender na internet e como fazer isto.

Bom, é interessante destacar alguns pontos sobre começar a vender pela internet, mas admito que é somente uma orientação.

Há sim aqueles famosos passos que você deve começar a fazer hoje mesmo para atrair clientes para sua Empresa mas tudo começa um pouco antes disto.

Vamos então às nossas 7 dicas infalíveis para começar a vender pela internet!

1. Escolha o nicho de mercado que mais tem a ver com você

No momento que a gente se decide por começar a tentar ganhar dinheiro vendendo alguma coisa, a primeira grande dúvida é “Qual o nicho de mercado vou tentar explorar?”.

Bem, parece estúpido mas há muita gente que quer vender algo e escolhe quase que aleatoriamente o que comercializar.

Há aqueles que escutam indicações de histórias de sucesso de outras pessoas e acham que vão conseguir o mesmo feito.

“Afinal, se um produto é excelente e se vende quase sozinho, porque não ganharei dinheiro também?”

Começam a vender algo que não tem expertise alguma.

Pense bem no que você conheça bem, mesmo que seja por hobby.

Se caso você já tenha trabalhado em algum ramo específico, pode ser um bom ponto de partida.

Sua família tem algum empreendimento já tradicional?

Conhece boas pessoas que já vendem pela internet e podem te aconselhar?

Enfim, são apenas algumas questões simples para chegar a conclusão do que tipo de produto vender.

Vale também fazer pesquisas no site do Sebrae, tem muito material interessante e várias ideias para você ter como seu ponto de partida.

2. Estruture seu novo negócio

Bem, uma vez decido o seu nicho de negócio, agora é hora de criar uma pequena estrutura para começar a vender pela internet.

Primeiro de tudo: elabore um Plano de Negócio.

Este plano é fundamental para que se tenha êxito em qualquer segmento do empreendedorismo.

No site do Sebrae você descobre como fazê-lo de forma simples.

Encontre fornecedores e faça uma boa pesquisa de mercado.

Tente descobrir o que o seu cliente deseja, assim ficará mais fácil vender pela internet o produto certo para a pessoa certa.

Se for possível, formalize seu negócio, abrir uma MEI hoje em dia é extremamente fácil e não requer muito dinheiro e nem tempo para conseguir.

3. Crie sua estrutura de vendas na internet

Basicamente para começar a vender pela internet, você precisará de um domínio próprio, site ou loja virtual, uma Fan Page no Facebook e uma conta no Instagram.

Com estas ferramentas online você consegue começar a vender pela internet de forma simples.

Já escrevemos um artigo explicando um pouco melhor o que você precisa mas aqui vão as principais ideias:

1. Para o registro do domínio, ou endereço de seu site na internet, vá até a página do registro.br.

2. Crie uma conta e escolha um domínio que vai ser o seu endereço na internet.

3. Depois, procure na internet alguma empresa que vai te fornecer a hospedagem do seu site.

Geralmente para sites iniciantes o valor é bem baixo e por menos de 10 Reais por mês você já pode ter uma.

4. Utilize o WordPress e faça um site básico e bem simples.

5. Caso não tenha, crie uma página no Facebook e Instagram.

Com estes passos cumpridos, vamos então para a próxima parte.

4. Anuncie seu site

Então, esta talvez seja a tarefa mais difícil, que é trazer pessoas para o seu site.

As páginas de seu negócio no Facebook e Instagram vão servir para resolver este problema de uma forma simples.

Após criar tais páginas, crie uma conta de anúncios no Facebook.

Esta conta vai servir para poder anunciar tanto no Facebook quanto no Instagram.

Elabore um anúncio chamativo, bem escrito e se possível com uma foto ou vídeo.

Atualmente é extremamente fácil elaborar artes para divulgação através das várias ferramentas online existentes no mercado.

Estabeleça um orçamento pequeno até que você se acostume com a plataforma e possa fazer anúncios mais assertivos e com maior eficiência.

Lembre-se que nutrir suas mídias sociais com posts interessantes também é extremamente importante para engajar sua audiência.

Há pouco tempo o Facebook inaugurou o seu próprio marketplace, algo bem semelhante ao mercado livre ou OLX e pode ser ótimo para você começar a vender pela internet mesmo que não tenha um site ou loja virtual.

5. Seu atendimento é fundamental

Nada disto que elencamos acima neste artigo terá resultado se você não se dedicar a atender bem aos seus clientes.

Pode parecer estranho, uma vez que seus clientes comprarão online os seus produtos.

Entretanto, clientes fidelizados, ao visitarem seu site ou mídias sociais, podem ter dúvidas a respeito do produto ou sobre alguma funcionalidade dele.

Os mais interessados costumam enviar mensagens pelo site, através de email, whatsapp ou até mesmo via telefone.

Quanto mais canais de atendimento você disponibilizar para o seu cliente, maior a chance de efetuar a venda.

Isto transmite confiança ao cliente, ele sabe que ali poderá comprar pela internet e não terá problemas com isto futuramente.

O bom tratamento sempre foi ponto primordial em qualquer processo de vendas e na internet também não é menos importante.

As pessoas gostam de serem bem tratadas e lembre-se que o cliente é a parte mais importante para que seu empreendimento continue existindo.

Nunca, realmente nunca, seja deselegante ou mal educado com seu cliente.

A propaganda boca-a-boca, principalmente na internet através das mídias sociais podem, e na verdade devem, ser a forma mais barata de divulgação de seu empreendimento.

É muito fácil compartilhar boas ou más experiências na internet.

Caso você não tenha estrutura de vendas, uma forma interessante de se ganhar dinheiro pela internet é o Marketing de Afiliados.

Você pode revender produtos ou serviços de terceiros.

Vale a pena dar uma olhada!

Quer uma ajuda nossa? Preencha o formulário abaixo!

Como cadastrar uma empresa no Google Meu Negócio?

Possivelmente você já deve ter percebido que ao colocar informações de localização no Google, aparece uma série de locais para abrir no Google Maps, não é mesmo?

Provavelmente já se perguntou também: “Nossa, como posso cadastrar empresa no Google?”

Este é um ponto de partida comum para pessoas contratarem empresas que dão consultoria de marketing.

Na verdade é bem simples mas geralmente as pessoas não sabem como fazer isto.

Sem falar que é parte fundamental para o marketing digital.

Para começar, você sabe a importância de cadastrar empresa no Google?

Porquê cadastrar minha empresa no Google?

Certamente, uma das principais funcionalidades é o fato da pessoa que fez a pesquisa querer informações de serviços em locais específicos, geralmente próximos a ela.

Entretanto, de uns tempos para cá, o acesso via dispositivos móveis vem aumentando muito.

De acordo com alguns relatórios de acesso a internet disponíveis na internet, no Brasil em 2017 mais da metade dos acessos a internet foram feitos através de dispositivos móveis.

E porquê enfatizo isto?

Quando você está na rua, querendo saber o endereço de algum local para almoçar, por exemplo, você faz o quê?

Geralmente vai ao Google e digita: “restaurantes próximos” ou “restaurantes próximos à rua x”.

Logo, o Google vai puxar sua localização e apontar os locais cadastrados no Google meu negócio que estão mais próximos a você.

Inclusive, ao listar os locais, várias informações também aparecem para você como:

  • Endereço do negócio
  • Telefone
  • Site
  • Horário de Funcionamento
  • Avaliações de Clientes
  • Comentários sobre o local
  • Fotos da Empresa

Desta forma, mesmo sem conhecer o local você pode se decidir baseado em tais informações que o Google disponibiliza.

E sabe o que é o mais fantástico de tudo?

Este serviço é GRATUITO!

Ou seja, você consegue alcançar muitos clientes em potencial para o seu negócio e ainda por cima não paga nada por isto.

Então vamos lá e entender como fazer o processo de cadastrar empresa no Google.

Como é Feito este Cadastro?

Passo 1. Começar Agora

Entre em seu navegador preferido e vá até o endereço do Google meu Negócio e clique em “Começar Agora”

Caso você já tenha uma conta Google e está conectado a ela em seu navegador, os dados de login não aparecem.

Portanto, se você ainda não tiver uma conta Google ou não está conectado, crie uma conta e entre com seu login e senha.

Ao entrar na plataforma a seguinte tela aparecerá para você:

Tele inicial de cadastro google meu negocio

Preencha o nome de sua empresa e clique em “Próximo”.

Passo 2. Onde Você Está

A seguinte tela abrirá para você:

tela 2 onde voce esta no google meu negocio

Então, insira as informações de localização de sua empresa da forma mais completa possível.

Lembre-se que quanto mais informações sobre sua empresa, melhor para as pessoas poderem te achar e entrarem em contato.

Caso você trabalhe com entregas ou presta serviços, marque a opção ao lado do caminhãozinho ao fim das informações de endereço.

Preencheu tudo?

Clique em “Próximo”.

Passo 3. Localização no Mapa

Confira se a localização do seu negócio está corretamente apontado no mapa, a tela é a seguinte:

mapa, tela de cadastro no google meu negocio

Como esta tela é de exemplo, não temos o marcador.

Em seu caso, aparecerá um marcador em vermelho, exatamente em cima do endereço colocado.

Preste bem atenção e veja se está correto.

Se estiver, clique em “Próximo”.

Passo 4. Categoria de sua Empresa

Nesta etapa você classificará o seu nicho de negócio de sua empresa.

Você deve escolher dentre as opções apresentadas, aquela que mais se assemelha ao seu negócio.

A tela é a seguinte:

tela de escolha de categoria no cadastro google meu negocio

Ao clicar na lupa, ou começar a digitar, várias opções abrirão a você.

Escolha a mais adequada e clique em “Próximo”.

Passo 5. Informações de Contato para Serem Exibidas

Neste passo, aparecerá a seguinte tela para você:

tela de quais contatos quer exibir no google meu negocio

Aí você escolherá o que exibir aos seus futuros clientes.

Entre com seu número de telefone principal (não se esqueça que o código do país provavelmente estará selecionado).

Caso você tenha um site, insira o endereço.

Por outro lado, se não tiver site, o próprio Google vai te ajudar a fazer um site básico para colocar mais informações sobre seu negócio.

Então, o ideal é que você tenha ou providencie um site, o que o Google te ajudará a desenvolver é bem rudimentar e pode não ser atrativo para as pessoas.

Preencheu tudo?

Clique em “Próximo”.

Passo 6. Fique por Dentro

A seguinte tela abrirá assim:

fique por dentro, cadastro google meu negocio

Como explicado na mesma tela, caso você desejar receber recomendações e dicas do Google, clique em sim e clique em “Próximo”.

Passo 7. Tela de Finalização e Verificação

A tela é a seguinte:

tela de finalizacao e verificacao do google meu negocio

Este passo é só para confirmar a sua relação com a empresa inserida e algumas observações que o Google mostra para você.

A Verificação geralmente é feita através de um cartão postal, enviado ao seu endereço.

Entretanto, existe a opção também de verificação através de número do celular, mas não é sempre que aparece.

Geralmente o postal demora cerca de 10 dias, mas pode chegar antes.

Neste postal terá um código para você inserir na próxima tela, a de gerenciamento e verificação se o endereço realmente existe e se sua empresa funciona neste local.

Tudo ok?

Clique então em “Concluído”.

Passo 8. Tela de Gerenciamento do Negócio

Se você fez tudo corretamente, a seguinte tela aparecerá para você:

tela de gerenciamento do Google meu negócio

Esta é a tela de gerenciamento do Google meu Negócio.

Nela você vai ter acesso a todas as informações necessárias, bem como o status da verificação de seu negócio, além de mais opções para você preencher sobre o sua empresa no Google.

Esta tela acima é um exemplo, outras informações específicas sobre seu segmento aparecerão nela da mesma forma.

Portanto, é tudo muito bem explicado, intuitivo e bem objetivo.

Assim que o seu código de verificação chegar e você entrar com ele no Google, o status de verificação muda e, a partir daí, sua empresa começa a ser mostrada nos resultados de pesquisa do Google.

Enfim, o processo não tem nenhuma complicação e todo mundo consegue fazer tranquilamente.

Logo, é muito importante para sua empresa que você a cadastre no Google, muita gente procura muita coisa por lá.

Espero ter ajudado!

Gostou do conteúdo?

Quer uma ajuda nossa? Preencha o formulário abaixo!