É Preciso ter Controle do seu Negócio

Montar um negócio não é só abrir um CNPJ e começar a vender.

É muito mais que isso.

Depende de planejamento, dimensionamento, definição e também de muito CONTROLE.

É muito comum pequenos negócios nos quais o faturamento da empresa se confunde com o ganho do empreendedor.

Saiba que se você faz isso, agora é a hora de mudar.

Comece a fazer o controle de todas as transações financeiras, de compra e venda.

Existem bons ERPs, ou plataformas online de Gestão Financeira, com bons preços e bem acessíveis.

Outra ferramenta indispensável é o CRM, que faz o controle de tudo o que envolve os clientes. Desde quando ele é apenas um lead, até o processo de venda em si. Muito importante.

Documente todos os processos: Marketing, Vendas e Financeiro. Essa é a única forma de você saber onde acertou e principalmente, onde errou.

É fundamental para conseguir melhorar seus indicadores e até mesmo escalar seus ganhos.

E por fim, a automação de marleting vai poder te mostrar quais clientes estão prontos para comprar de você. Isto é possível através de um processo chamado “lead scoring”, no qual é possível perceber a maturidade do seu cliente.

Assim seus vendedores não desperdiçam tempo negociando com possíveis clientes que ainda não estão prontos para comprar de você.

1 – Controle as Finanças

Existe uma ferramenta documentar todas as transações financeiras, chama-se ERP. Geralmente são pagas, mas o preço é bem atrativo.

2- Acompanhe os Clientes

Assim como o controle financeiro, existe uma ferramenta chamada de CRM, na qual é possível anotar tudo de cada cliente, desde quando ele chega até o pós venda.

3 – Documente os Processos

A ideia aqui é saber tudo o que foi feito em todos os processos do seu negócio. Assim é possível saber o que foi feito errado, e de onde vem cada número, como vendas, lucro, captação de clientes.

4 – Venda para as Pessoas Certas

Não é captando clientes de qualquer forma que seu negócio vai vender mais. É necessário saber exatamente quem é atingido e conseguir “filtrar” os clientes mais prontos para comprar de você.

Truques para Vender Mais Qualquer Produto

Se são truques para vender mais (qualquer produto ou serviço) que você estava precisando nesse domingo de inspiração, toma aí!

O problema é que muita gente acha que fazendo algumas poucas coisas,virão muitos resultados.

Vulgarmente conhecido como “fica rico do dia pra noite”.

E isso normalmente não existe.

Claro que se você entrou em alguma edição do BBB, pode ter ficado rico do dia para a noite…

No entanto, no mundo real, isso dificilmente acontece.

O que existem são pequenos truques que vão fazer a diferença na hora da venda.

Parecem conceitos básicos (e são realmente) mas usados da forma adequada e no tempo certo, dão grandes resultado.

Tente usá-los seja para venda física (pessoalmente), por telefone ou whatsapp.

O importante é usar o modelo e não tentar copiar os exemplos como se fossem regras.

1 – Conecte-se com o Cliente

No começo você PRECISA gerar conexão com o seu cliente. Fale com ele um pouco sobre você. Faça uma pesquisa prévia sobre ele, diga que algo que ele gosta, você também gosta. Perceba a forma que ele fala, tente usar mais ou menos a mesma linguagem. As pessoas gostam de saber que o outro se parece com ela.

2 – Resolva uma Grande Dor

Lembre-se aqui que você não vende um produto, você vende a TRANSFORMAÇÃO que ele proporciona. Então sempre deixe claro para o cliente as dores que ele tem, e como o seu produto vai resolvê-la. A dica aqui é: Nosso cérebro luta para evitar a dor. Deixar claro qual é esta dor, faz a pessoa considerar sua solução.

3 – Venda um Ótimo Produto

Se o seu produto não é ótimo, você só vai vender se empurrar para as pessoas. Antes de qualquer coisa, tenha sempre um ótimo produto para vender, confie nele. Confie na ideia. Se certifique ele o cliente não vai ficar na mão se ele comprar. Quando a gente acredita em algo, é muito mais fácil “passar” credibilidade para os outros.

4 – Venda sem Vender

Não existe coisa pior do que vendedor chato. Você deve deixar claro que está vendendo algo, mas tente adequar seu produto ao que o cliente precisa. Fale em como ele já ajudou muita gente, como ele é perfeito para o problema do cliente. Mostre vantagens. Tente fazer ele “visualizar” como vai resolver o problema dele. Peça a ele que “imagine como vai ficar perfeito esse produto”. Gere emoção nele. Nosso cérebro não distingue muito bem entre imaginação e realidade. Quando uma emoção toma conta da pessoa, ela tende a comprar.

5 – Devolva uma Objeção com Pergunta

Quando o cliente vem com alguma “desculpa” para não comprar, devolva para ele com uma pergunta: “Você está achando caro, baseado em quê?” Ou, “Ok, você acha caro, mas o produto não resolve o seu problema x? Logo, ele tem valor para você. Vai perder muito sem esse produto.” Nunca seja mal educado, mas sempre pode-se ser direto. O vendedor que não perde tempo com vendas sem futuro, vende mais para as pessoas certas. Faça o cliente pensar.

6 – Truque Bônus [Venda essa Caneta para Mim]

Se você já se deparou com alguém, em alguma entrevista de emprego, que te pede para “vender essa caneta”, já pensou que é possível vender qualquer coisa para qualquer um.

Sinto dizer que isso não é assim que funciona. Se o cliente não precisar da caneta para nada, e não há nada que o faça desejá-la, ele não vai comprar. E se comprar, será por puro impulso. Ele perceberá que não queria ter comprado e não compra mais de você. Logo, venda uma transformação para quem realmente precise dela.

Palavras Que Têm Força e Vendem

Se você quer fazer sucesso nas vendas, esse post vai te mostrar um detalhe muito importante.

Na hora de fazer algum anúncio, seja em qualquer meio, o texto é fundamental.

E nesse texto, as palavras escolhidas fazem muita diferença.

Não é por acaso que os anúncios são muito parecidos.

A Neurociência já sabe que algumas palavras captam a nossa atenção, quase instantaneamente.

1 – Grátis ou Gratuito

Meu pai sempre teve o hábito de comprar muita coisa que nem precisa, só porque estava na promoção. Imagine o que acontece com as pessoas quando vêem escrito GRÁTIS. É definitivamente uma palavra forte na hora da venda.

2 – Qualidade

Muita gente gosta de preço baixo, não é mesmo? Mas posso te garantir que QUALIDADE todo mundo gosta. Nossa, e como essa aí faz diferença em qualquer anúncio.

3 – Rápido

Se você não concorda que todo mundo quer uma fórmula mágica, está se enganando! O tal do RÁPIDO faz muitos se interessarem logo no anúncio. Quem nunca?

4 – Comprovado

Um dos gatilhos mentais mais fortes é o da prova social. E quando você coloca que seu produto tem algo COMPROVADO, já é olhado diferente. Vai por mim!

5 – Agora

Só ver aqui no post e já dá uma aflição de imediatismo, impressionante. O AGORA é realmente muito poderoso quando o assunto é vender.

Quero deixar claro que isso não é fórmula de sucesso, mas é um excelente ponto de partida para a escrita do seu anúncio.

Pense na melhor forma de colocar essas palavras de modo que realmente chame a atenção dos clientes.

Quer uma dica?

Leia mais livros, assim é possível você ter referência de como os grandes autores usam as palavras.

Não se engane, muito provável que você nunca vá inventar nada.

O que você acha fenomenal, já existe.

E há muitos anos!

As grandes obras são a prova viva do conhecimento que dura no tempo.

Como Vender Mais: Onde está o meu cliente?

Muitos gurus por aí vendem o milagre da fórmula mágica. Aliás, muita gente quer a frase matadora, a dica estraordinária. No fim das contas, a grande pergunta de todo empreendedor é: “ONDE ESTÁ O MEU CLIENTE?”
A melhor resposta é: “NA INTERNET”.

A princípio esta é uma resposta simples e não tão satisfatória, mas atualmente é o lugar que todos estão. Muitos comércios fechados, menos pessoas na rua. Se você tem uma loja que contava com um grande fluxo de pessoas na porta, há algum tempo não tem mais.

Claro que este cenário não vai durar para sempre. Mas talvez sejam estes, os hábitos daqui para frente.
Os compradores esão em diversos lugares — Instagram, Facebook. Aliás, usamos estes canais geralmente para entretenimento.

No entanto muitos usam tais ferramentas para o trabalho.

Sim, é possível chamar a atenção dos clientes pelo Instagram. Eu inclusive estou fazendo isto neste momento. Mas, cuidado, não fique refém.

Usar somente um canal para atrair potenciais clientes para o seu negócio pode ser fatal. Diversifique ao máximo a sua comunicação com o público. Poste conteúdo relevante em vários lugares diferentes.

Faça um site para seu negócio — o Google é onde as pessoas buscam pelas suas dores. O potencial dele é gigantesco. Muito maior que qualquer rede social.

A verdade é que quanto mais pontos de contato seu negócio tiver com o público, mais você vai vender.

👉 Não é de uma hora para outra que o resultado virá, mas se você não der o primeiro passo agora, daqui um ano você desejará ter começado hoje.

O que é trabalho remoto: quais as vantagens e dificuldades desse novo estilo de vida?

O trabalho remoto é a tendência do mundo pós pandemia. Quais são as vantagens e dificuldades de se trabalhar de qualquer lugar? Como as empresas lidam com isso? Home Office é mais produtivo? Qual o modelo de negócio ideal?

Diante da pandemia, muitos foram forçados a trabalhar de casa. A necessidade de distanciamento social popularizou o Home Office no mundo.

Entretanto, pouco se fala das vantagens e desvantagens dessa modalidade de trabalho.

Vou analisar alguns pontos aqui, que farão você repensar, e talvez até considerar adotar tal estilo de vida.

O que é trabalho remoto?

Trabalho remoto é a forma de exercer uma função profissional fora do ambiente corporativo. Em outras palavras, é trabalhar de qualquer lugar.

Quando digo qualquer lugar, me refiro à diversos ambientes diferentes para se trabalhar — um escritório compartilhado, praça de alimentação de shoppings, cafés, restaurantes, ao ar livre em praças e parques. Até mesmo em aeroportos, aviões, ônibus.

Este tipo de forma de se trabalhar, é ao mesmo tempo um sonho para muitos mas algo distante de outros.

O Cenário do trabalho remoto no Brasil até 2019

Segundo o IBGE, em pesquisa feita em 2018, mesmo antes da pandemia no Brasil havia cerca de 3,8 milhões de pessoas adeptas ao trabalho remoto. Muitas delas trabalhando de casa ou em escritórios de coworking.

O Coworking é quando escritórios são montados à fim de colocar em um mesmo local de trabalho, profissionais de diversas empresas, muitas vezes áreas completamente diferentes. É uma excelente experiência, trabalhar em contato com pessoas que não teriam nenhum tipo de ligação se não fosse esse modelo.

O trabalho remoto é bastante popular entre profissionais liberais, freelancers, ou mesmo pequenos empreendedores e autônomos.

Muitos donos de e-commerces, lojas virtuais ou prestadores de serviços digitais também trabalham desta forma, geralmente.

O modelo de negócio das startups também vêm popularizando este estilo no mundo inteiro.

A internet permite este tipo de trabalho, cada vez mais presente na vida cotidiana.

Vantagens do Trabalho Remoto

Autonomia

Se você se decidiu por trabalhar remotamente, você está apto a decidir como, onde e quando irá trabalhar. Mesmo quando as grandes empresas proporcionam tal opção aos seus funcionários, é muito difícil para elas determinar a hora que a pessoa vai ou não trabalhar. Neste caso é você que vai saber a melhor hora para realizar suas tarefas.

Redução de Custos

Como a pessoa basicamente vai escolher de onde vai trabalhar, ela pode reduzir drasticamente os seus gastos no dia a dia. Seja com o lanche na padaria, almoço em restaurantes, deslocamento — via transporte público ou particular — pode-se gastar muito menos trabalhando de casa ou locais bem próximos.

Qualidade de Vida

É inegável que há grandes problemas em vários ambientes de trabalho. A convivência diária com chefes agressivos, grosseiros ou mesmo antipáticos é bem desgastante para qualquer um. Há também aqueles vários colegas de trabalho que só querem fofocar, falar mal dos outros, o dia inteiro. Além de gerar um mal estar entre os funcionários, ninguém aguenta uma pessoa chata.

Em pesquisa feita pela Owl Labs em 2019, 71% dos profissionais que trabalham em home office no Brasil se dizem mais felizes.

Maior Produtividade

Pessoas são diferentes e por isso precisem de “regras” diferentes. Eu, por exemplo, sou adepto ao trabalho à noite, ou até mesmo de madrugada. Muitos preferem acordar bem cedo e já começar a todo vapor. Como você faz suas regras no trabalho remoto, você saberá melhor que ninguém, como ser mais produtivo. Inclusive, receber um sorriso do seu filho às 10h da manhã e poder tirar meia hora para brincar na sala com ele, é algo que — para mim — não tem preço.

Desde o início da pandemia, 78% dos brasileiros se sentem mais produtivos trabalhando remotamente, em pesquisa realizada pela Pulses em 2020

Dificuldades Comuns do Trabalho Remoto

Há tempos, a prática do trabalho remoto não era tão bem vista assim pelas pessoas.

Eu por exemplo, já trabalho desta forma há muitos e muitos anos.

Uma vez aconteceu um episódio que me marcou bastante.

Estava eu em casa quando minha internet caiu. Como de praxe, reiniciei o modem, mas nada.

Entrei em contato com a operadora e eles me fizeram um monte de perguntas. Mais uma vez, nada.

Mandaram então um técnico à minha casa para resolver o problema.

O rapaz era agradável, bom de serviço. Resolveu o problema bem rápido.

Enquanto fazia os reparos, ele me perguntou se eu estava de férias. Eu disse que não, trabalhava em casa mesmo.

Logo então me perguntou se eu era tipo uma “dona de casa”, e eu disse a ele que não, eu trabalhava via internet, de onde eu quisesse.

Foi assim que ele me disse que era coisa de rico. Ele nunca tinha visto alguém que trabalhasse desta forma.

Julgamento alheio

Como na história que eu descrevi, muitas pessoas acham que trabalhar fora do ambiente convencional de trabalho é “coisa de vagabundo”, ou “coisa de rico”. O ponto aqui é que muitos não encaram isto com naturalidade e pode se tornar algo chato e corriqueiro na sua vida.

Solidão

Por mais que você possa trabalhar de casa, perto de sua família, chega um momento que é normal sentir falta do convívio social. Somos seres com necessidade de convivência com outras pessoas. Como durante a pandemia, tal contato teve que ser evitado, não foi possível fugir deste sentimento. No entanto, muitos optam por fazer reuniões online para diminuir o distanciamento.

Procrastinação

Para mim esta é a maior dificuldade. A vontade de trabalhar no sofá, deitado, com a tv ligada em uma série no Netflix, bate à porta de trabalha em casa, quase o tempo todo. É um complicado resistir. No entanto, há alguns métodos para driblar a procrastinação. Escrevi um artigo sobre como ser mais produtivo, trabalhando em casa, que fala exatamente como combater o problema do “vou deixar para um pouco mais tarde”.

Dificuldade de Concentração

Em uma pesquisa feita em março de 2021 pela Robert Half (empresa de recrutamento especializado), 1 a cada 5 brasileiros dizem que as distrações causadas pela família é a maior dificuldade para o Home Office. E realmente pode ser um grave problema. Da mesma forma que tirar um tempo para brincar com o filho durante o “expediente”, a proximidade com pessoas que não estão trabalhando, é um tanto quanto complicada. Seja a esposa te chamando, o filho gritando ao seu lado, ou a campainha que toca para uma entrega.

Futuro do Trabalho Remoto

No início de maio de 2020, o CEO do Twitter, Jack Dorsey, disse aos seus funcionários que boa parte deles seria liberada para trabalhar de casa por tempo indeterminado.

Práticas como essa são cada vez mais adotadas por empresas no mundo inteiro. Sejam elas grandes corporações, até negócios locais.

É inevitável a mudança de comportamento depois da pandemia.

Trabalhar em casa já não é mais algo longe da realidade das pessoas. Por mais que muitos voltarão ao trabalho presencial, o Home Office já é parte da cultura profissional.

Entretanto, o trabalho remoto é hoje, um dos objetivos de quem se arrisca a trabalhar na internet.

É muito mais fácil começar este novo estilo de vida, com a criação de um negócio digital.

Se este também é o que você busca, eu indico um artigo interessante que publiquei há algum tempo, Quero trabalhar em Home Office: por onde começar?. Nele eu falo um pouco sobre o que você precisa para começar a trabalhar em casa e ter um negócio de sucesso.

Caso você tenha alguma dúvida, ou queira saber um pouco mais sobre o assunto, faça o download do eBook “A Arte de Dominar a Internet”. Lá eu te mostro o passo-a-passo para começar um negócio na internet e como atrair clientes.

Alguma dúvida?

Fonte: https://www.oberlo.com.br/blog/estatisticas-home-office

Ter um RITUAL pode te ajudar a TER MAIS FOCO no trabalho

Quem trabalha em casa sabe o quanto é difícil manter o foco no trabalho.

O tempo todo somos “tentados” a fazer algo que desvia nossa atenção.

O problema piora quando as redes sociais fazem parte do trabalho.

O tempo inteiro chega uma nova notificação, uma mensagem. Isso sem contar a pesquisa para produzir novos posts. É realmente difícil não se distrair.

Como eu trabalho em casa há muitos anos, aprendi que para ser mais produtivo é necessário ter um ritual.

Todos os dias de manhã e a tarde, cumpro meu rito do café.

Faço uma boa caneca e sou PROIBIDO de checar celular. Isso mesmo, eu mesmo me proibi.

Apesar de trabalhar com internet, ficar vendo o celular o tempo todo não me deixa concentrar em outras tarefas.

Ou seja, é muito importante que você dedique um tempo a sua concentração total.

Já falei aqui em um método usado há muitos anos para aumentar o foco no trabalho, a Técnica Pomodoro.

Posso assegurar que esta simples rotina me faz manter o foco durante um bom tempo, mesmo não saindo de casa para trabalhar.

👉 Se você trabalha em “Home Office” crie um ritual para manter o seu foco e produtividade. O meu é o café. O seu pode ser outra coisa que goste. Comece a seguir e veja o quanto você se mantem focado no trabalho.

Técnica Pomodoro: Como ser mais produtivo?

Você quer saber como ser mais produtivo?

Hoje vou te apresentar um método capaz de aumentar bastante o seu rendimento no trabalho. Seja em casa, ou no escritório.

Os adeptos do Home Office já estão acostumados a usá-lo, já que é um pouco complicado manter o foco com várias distrações em casa.

Esse método é muito famoso, e provavelmente você já deve ter ouvido falar a respeito. Chama-se técnica Pomodoro.

Esta técnica foi desenvolvida na década de 1980, pelo Italiano Francesco Cirillo. Ele queria aumentar sua produtividade nos estudos.

Ele teve a ideia de ir até a cozinha e pegar um timer em forma de tomate para organizar melhor suas tarefas. Daí veio o nome “pomodoro”, tomate em italiano.

Seu timer tinha a duração de 25 minutos. Durante esse tempo ele focava 100% em uma tarefa apenas. Fazia uma pequena pausa de 5 minutos e voltava a zerar o timer para mais 25 minutos.

A técnica hoje é conhecida por esta forma:
25 minutos de foco e 5 de pausa. Repita isso por 4 vezes. Aí faça uma pausa maior, entre 15 e 30 minutos.

Para que você não tenha que ficar cronometrando o tempo manualmente, pode-se adicionar uma extensão ao Chrome (navegador). A ferramenta marca automaticamente os intervalos de trabalho e pausa. Excelente! Ela chama-se “STRICT WORKFLOW”.

Vale a pena conferir.

Se você não trabalha no computador, existem vários aplicativos para celular. O mais conhecido é o “Pomodoro Timer Lite” para Android, e o “Focus To-Do” para IOS.

👉 E agora? Vai aplicar isso à sua rotina de trabalho também? Me diga seus resultados aqui! Tenho certeza que seus números irão melhorar, e muito!

Quer uma ajuda nossa? Preencha o formulário abaixo!

Dropshipping Nacional: Como Encontrar Bons Fornecedores De Dropshipping

Dropshipping é um dos modelos de negócio de maior sucesso do início desta década. Assim, encontrar boas maneiras de fazê-lo é crucial para o sucesso do seu negócio.

“Mas como encontrar bons fornecedores? Eles existem no mercado nacional?”

Se você está com estas dúvidas, veio ao lugar certo. Hoje falaremos sobre as vantagens do dropshipping nacional, como obter fornecedores e quais as maiores redes de dropshipping do Brasil.

Confira.

Por que optar por Dropshipping?

E-commerce é definitivamente o investimento da década. Além da expansão natural da internet, entramos em mais um ano onde o distanciamento social é necessário.

No entanto, isso não diz nada a favor do dropshipping, então por que investir neste modelo de negócio? Deixamos uma lista dos principais benefícios deste modelo de e-commerce.

  • É econômico: você não lida com estoque, portanto não precisa comprar para revender e nem alugar um espaço para armazenar os produtos.
  • Possui menos riscos: Como você lida com menos processos e dinheiro diretamente envolvido, se tudo der errado você perderá menos. Mas se tudo der certo, os ganhos são os mesmos, mas com despesas menores, o lucro é maior!
  • Administrar dropshipping é mais eficiente: você passa menos tempo gerenciando produtos e a loja, e tem mais tempo de investir na criação do seu site e em suas campanhas de marketing digital.

Por essas razões, é muito mais atrativo para o investidor começar na área dos investimentos digitais através de dropshipping.

Fornecedores: A grande dificuldade do Dropshipping

Em dropshipping, fornecedores são responsáveis pela entrega do produto diretamente na porta do seu cliente. Eles fazem a contratação do frete, mas nem sempre da forma mais segura e comunicativa o possível.

Portanto, você deve encontrar um ótimo fornecedor para ter sucesso neste modelo de negócio. Para isso, você irá precisar:

Realizar buscas no Google

Busque por “fornecedor dropshipping”, “dropshipping + seu nicho”, “dropshipping + seu produto”. Dê uma olhada nos resultados e entre em contato com cada uma das opções disponíveis.

Se informe sobre as condições de entrega, prazos, parceiros, condições de troca por possíveis danos, forma de rastreamento de pedido, etc.

Busque Por Fabricantes

Muitos fabricantes vendem apenas no formato B2B, mas alguns outros podem realizar a venda diretamente para você ou até realizar dropshipping.

No entanto, o principal motivo para entrar em contato com eles é para solicitar uma lista de fornecedores dos seus produtos. Uma vez com a lista em mãos e uma boa referência de fabricantes, você estará altamente direcionado.

Lembre-se! Seus fornecedores serão parceiros por longa data, portanto seja o mais cordial o possível desde o início!

Rede de Fornecedores Dropshipping Nacional

Se está procurando por grandes nomes para buscar produtos, vamos direto ao ponto: O mercado de dropshipping nacional ainda está em expansão, mas alguns nomes já se destacam.

Xtreme Atacado: Rede bem aberta e transparente. Atuam com nichos como roupas, móveis, eletrônicos, eletroportáteis, relógios, smartphones, casa e jardim.

Rosa Tropical: Rede referência de moda verão, especificamente beach wear.

Empório Bag: Referência para bolsas, mochilas e carteiras.

Vivo na 25: Capinhas de celular, carregadores e fones de ouvido.

Mix Barato: Moda Geral.

Lux Joias: Nome autoexplicativo. O site vende joias de todos os tipos.

Como Montar Um Negócio Dropshipping?

Primeiramente precisará de um site para exibir seus produtos. Caso queira montar um negócio flexível, que lhe permite adicionar produtos de inúmeros fornecedores, com total liberdade de produtos e vínculos, você pode montar sua loja virtual com ferramentas de desenvolvimento web online.

Utilize page builders que permitam personalizar cada canto da sua loja para que sua identidade visual esteja sempre clara aos olhos do consumidor.

Também, com esta ferramenta você poderá criar logo, cores e tudo o mais para colocar seu site no ar.

Depois, basta adicionar os produtos dos melhores fornecedores que pôde encontrar e partir para as campanhas de marketing digital para dominar seu nicho.

O dropshipping nacional pode ser a forma mais barata de popularizar seu e-commerce e conquistar um público comprador fiel.

Quer uma ajuda nossa? Preencha o formulário abaixo!

Como começar um pequeno negócio: qual o melhor produto ou serviço?

Se você quer empreender e procura ideias de negócios, cuidado — já começou errado. O ponto de partida de todo empreendimento é apresentar uma solução para uma dor de alguém.

Eu conheço a história: “Eu sempre quis empreender, mas não tenho ideia do que fazer”.

Muita gente acha que nasceu com o dom do empreendedorismo e quer saber como ganhar dinheiro. Outras acham que é possível vender qualquer coisa, de qualquer jeito. Existem até os que buscam os produtos revolucionários, aquela ideia mirabolante que ninguém sequer imaginou. E já te adianto — as melhores ideias de negócio não aparecem na sorte.

Não caia nas armadilhas.

Devido a crise que passamos, muitas pessoas procuram por empregos ou oportunidades de negócios na internet. Não é raro se deparar com vídeos de venda de cursos para riqueza imediata. O tradicional passo a passo infalível para ganhar rios de dinheiro. Aquele vídeo de um Guru do Marketing Digital, com uma plateia inteira falando frases motivacionais, que mais parecem uma religião. O engraçado é como é fácil ficar rico, não é mesmo?

O problema não é saber se aquilo realmente funciona. Se você está pensando que eu vou falar que não, se enganou — muitas vezes funciona sim, mas não é para você agora. Para dar certo, é preciso investimento e conhecimento em diversas áreas da comunicação. Ou seja, o negócio precisa estar mais maduro. Neste momento você ainda está só no começo, na ideia. Aconselho não começar a partir destes modelos, vá com calma.

O ponto de partida de um empreendimento sempre deve ter o foco na dor. Neste caso, o termo dor representa um problema, uma necessidade de alguém — a máquina de lavar parou. O fogão não acende. O computador não carrega. O portão não abre. A tv não liga. Tudo isto são dores. O ponto é saber como resolver.

Muitas vezes a pessoa nem sabe qual é o problema. Perceba que ao falar que o fogão não acende, não disse nada a respeito da causa, apenas constatei a consequência. Provavelmente o fogão tenha parado de acender porque estava entupido. Neste caso, agora falo qual é a dor. Chegar a conclusão é geralmente difícil. É preciso conhecimento para isto.

Se você percebeu que tem uma solução para uma dor muito comum, pode ser o que precisava para dar início a um negócio. Lembre-se que toda ideia parte de algo simples, algo que possa ser dito em poucas palavras. “Eu sei como fazer as pessoas se deslocar mais fácil, rápido e barato” — pensou o criador do Uber.

Não pense que só as grandes corporações partem desta premissa, mas os negócios bem sucedidos, certamente.

Provavelmente você deve estar pensando como saber sobre as dores das pessoas, de onde vai vir a inspiração. Nunca foi tão verdadeira a afirmação que “nada se cria, tudo se copia”. Não tente inventar a roda, ouça às pessoas. E sabe como fazer isto? Basta tirar o celular do bolso e digitar G-O-O-G-L-E, em um navegador.

O Google é a melhor ferramenta para você saber quais as dores das pessoas. Claro, se muita gente pesquisa por dúvidas, não há lugar melhor para saber sobre quais são tais dúvidas. A maior parte das pesquisas partem de uma pergunta — qual a capital da Índia? Qual a escalação do meu time de futebol de hoje a noite? Como fazer um bolo de chocolate? O que é marketing?

Como fazer?

Abra o Google.com. Faça uma pergunta sobre algo que te interesse e clique em pesquisar. O quê apareceu? Um monte de resultados. Basicamente os primeiros são anúncios pagos e os demais são links de lugares (sites) que podem responder à pergunta. O Google sempre tenta descobrir se o que você precisa é resposta em texto, uma imagem, ou um vídeo, uma lista. A intenção sempre é te dar a resposta mais relevante possível.

Se você tem algo em mente, vá atrás de tudo o que envolva o tópico. Sejamos práticos — é melhor partir de uma ideia fácil e simples. Sendo assim, gastamos menos tempo para achar uma ideia interessante de negócio.

Vamos supor que você queira comercializar algo relacionado a moda, roupas, acessórios. Pense nos seus futuros clientes — Quais peças estão em destaque hoje em dia? Para quem você quer vender? O que está na moda? Agora é a hora de deixar a imaginação fluir. Não existe pesquisa certa ou errada, tudo é possível.

Fique atento às perguntas em vídeos no Youtube do seu tema. Elas podem te dar grandes ideias de negócios. Leia artigos em sites, veja perfis do Instagram. Assista vídeos. Não se prenda, consulte tudo o que envolva a área que você tem algum conhecimento.

Com uma boa ideia sobre o que as pessoas precisam, fica muito mais fácil encontrar a melhor solução para elas. Achar um bom produto, oferecer um serviço. Descobrir uma demanda por algo que você ainda não conhecia. O sucesso do seu futuro negócio vai depender muito do produto ou serviço que você escolheu trabalhar. Dedique um certo tempo a esta primeira etapa do seu negócio, fará muita diferença depois.

Quer uma ajuda nossa? Preencha o formulário abaixo!

Saldo FGTS: O que fazer com o que tenho a receber?

Como posso mudar minha vida profissional com o saldo do FGTS? Saiba aqui como você pode começar a empreender na internet e ganhar dinheiro trabalhando em casa!

Saiu a notícia que de acordo com o ministro Paulo Guedes, o governo estuda liberar até R$ 42 bilhões para saques do FGTS e R$ 21 bilhões do PIS/Pasep, transmitida no canal Globo News na última terça-feira, dia 16/7/2019.

Você já pode consultar seu saldo do FGTS ou PIS PASEP no site da Caixa.

O empregado que recebeu esta notícia e está querendo dar novo rumo à sua carreira profissional já pode estar sonhando em ter seu próprio negócio.

Definitivamente esta pode ser a sua grande chance!

Pensando nisto, separamos algumas opções para você, que está nesta situação, aproveitar este dinheiro e começar a trabalhar em casa:

Infoprodutor:

Esta é uma modalidade em alta atualmente.

Existem plataformas para comercialização de cursos online, e-books, material informativo ou qualquer produto digital.

Você pode iniciar sua carreira online fazendo um curso sobre algum assunto relacionado a sua experiência de trabalho.

Sua vivência no seu nicho de mercado pode ser bastante útil a várias pessoas.

A referência neste segmento é o Hotmart.

Marketing de Afiliados:

Aproveitando a citação do Hotmart, esta prática de venda por afiliação é quando alguém se candidata a vender, virtualmente, o produto que alguém produziu e disponibilizou esta opção.

Hoje em dia existem milhares de produtos virtuais que você pode vender na internet e ganhar valores extremamente atraentes.

Dê uma pesquisada para saber se há algo relacionado à sua experiência profissional e comece hoje mesmo!

Montar uma Loja Virtual:

Se você está acostumado com vendas, montar sua própria loja virtual pode ser uma alternativa muito boa para investir o seu dinheiro.

O desenvolvimento de uma loja na internet é algo bastante barato e há possibilidade de você nem ter estoque para revender.

Em uma pesquisa rápida no Google, você acha uma infinidade de empresas que pode desenvolvê-la para você.

Caso você se aventure no desenvolvimento, existem várias ferramentas que você pode usar, entre elas o WordPress.

Vender através do Mercado Livre e OLX:

Caso você queira vender algo mas não tenha disponibilidade para criar uma loja virtual, uma opção válida são as plataformas de vendas online, como Mercado Livre e OLX.

Nesta modalidade você pode negociar antes mesmo de decidir investir dinheiro e ainda por cima tem uma grande procura por vários tipos de produtos.

Importante dizer que…

Seja qual opção você vai escolher, é extremamente necessário que estude bastante antes de qualquer decisão.

O Google nos permite ter acesso a um acervo quase que infinito de opções sobre qualquer assunto.

Experimente fazer um curso, pela internet mesmo, para que possa se inteirar melhor no que está pensando em fazer.

Hoje em dia temos a facilidade de nem precisar sair de casa para aprimorarmos nosso conhecimento sobre algo.

Se a sua decisão for mudar de vida, o importante é fazer alguma atividade com excelência.

E a informação é a saída para que possa ter êxito no seu novo empreendimento.

Lembre-se que conhecimento nunca é demais.

Quer uma ajuda nossa? Preencha o formulário abaixo!